Conecte-se com a LIVE MARKETING

Empresa

“Brasil precisa aprender a falar sobre valores para construir futuro”, diz a empresária Ana Couto

Publicado

em

O Canal Um Brasil, projeto da FecomercioSP que ouve semanalmente grandes nomes da academia, da política, dos negócios e da intelectualidade sobre questões brasileiras, recebeu a designer e gestora de marcas Ana Couto, da Agência Ana Couto para uma conversa sobre a imagem do Brasil para o mundo.

A entrevista foi gravada de maneira remota, e o ADNEWS recebeu em primeira mão o conteúdo que acabou de ser publicada nesta manhã de sexta-feira (12).

O bate-papo faz parte de uma série de entrevistas sobre mulheres empreendedoras do país. Neste mês de março conhecido pelo importante dia 8, Dia Internacional das Mulheres, o canal Um Brasil vai trazer vozes de mulheres do empreendedorismo para debates importantes como esse.

Na entrevista, Ana discutiu os problemas da imagem do Brasil no exterior como uma marca. Segunda ela, o país não tem uma identidade própria, porque sequer se pergunta sobre: o que acredita, o que quer para o futuro, e o que pensa sobre o presente.

Para Ana Couto, o Rio de Janeiro é símbolo disso: coisas como o samba e o futebol foram construídas e cresceram às margens da cultura, e só se tornaram hegemônicas depois de muito tempo. Para mudar essa imagem, segundo Ana Couto, é preciso “enfrentar os fantasmas e combinar o que queremos ser”.

Quando a apresentadora Joyce Ribeiro pergunta, sobre a forma como é praticado o design aqui no Brasil, Ana conta da sua experiência do mundo do design. “Quando eu resolvi cursar design e antopoliga, eu já tinha intuição de que o design é muito mais do que uma inspeção visual de algo. Na verdade ele [design] representa algo em uma expressão visual.”, diz a CEO da agência Ana Couto.

Ela argumenta ainda que o design é uma ferramenta para a construção de marcas fortes, mas para isso é preciso que as marcas tenham estabelecido exatamente quem elas são.

“As marcas são como as pessoas. Se nós não sabemos, enquanto pessoas, qual é o nosso propósito, porque nós existimos, ou qual o nosso papel na vida, com certeza nós vamos ter uma trajetória um pouco mais volátil na nossa construção de vida, de valores e reputação. E no final, é sobre isso que estamos falando.”

Ana completa dizendo que o papel das agências é “decodificar” esses valores, e encontrar o que ela chama de DNA das marcas. E com isso, definir o propósito da marca, os atributos da sua personalidade, definir narrativas e por fim conseguir alcançar uma gestão de valor.

Com uma longa experiência nos Estados Unidos, a design fala com propriedade da marca Brasil, os problemas da sua imagem e a gestão de valor do país.

 

Matéria publicada no portal de notícias AdNews. Se quiser mais informações sobre o mundo da publicidade e do marketing acesse: https://adnews.com.br/

Continue lendo

Empresa

25 anos de Tomb Raider: Um marco na história dos games

Publicado

em

Praticamente todos que cresceram nos anos 90 e 2000 conhecem Lara Croft. Com o boom dos consoles de videogame e, especialmente com a ascensão do clássico Playstation, um dos jogos mais populares foi Tomb Raider.

Este ano, a franquia completou 25 anos de trajetória, que não se limitou apenas aos jogos eletrônicos. Foram livros, filmes, cosplays e inúmeras inspirações que vieram da jovem exploradora.

Para comemorar, a Insight Editions lançou um livro em edição especial que mostra as receitas culinárias mais tradicionais dos locais onde Lara já se aventurou. Japão, México, França, Egito, Inglaterra… como deve imaginar, a lista é extensa.

Lara foi uma das primeiras figuras femininas a ganhar papel de destaque em videogames. Corajosa, exploradora e ousada, sua aparição – inspirada em Indiana Jones – foi uma porta de entrada para um universo onde garotas podem ser o que quiserem, como arqueólogas ou gamers. Seu surgimento levantou debates importantes sobre a igualdade de gênero na mídia.

No cinema, Lara apareceu primeiro em 2001 através de Angelina Jolie, que possibilitou que sua imagem fosse mais divulgada e prestigiada pelo público. Mais tarde, em 2018, uma outra versão foi lançada com base na nova geração da franquia: a Survivor, interpretada por Alicia Vikander.

Além disso, Tomb Raider foi um marco cultural porque tornou possível que as pessoas olhassem para a evolução da tecnologia e da indústria gráfica na programação.

Mesmo depois de seu primeiro lançamento em 1996, a Square Enix continua trabalhando Lara Croft para novos públicos. Quem não se lembra dos icônicos peitos triangulares da personagem nos primórdios da franquia?

Com certeza esses 25 anos não serão os únicos de Lara Croft. Isso porque sua presença não ficou restrita ao passado, mas é constantemente homenageada e renovada para a atualidade. Enquanto existir uma indústria de games, o retrato da inglesa sempre estará lá como um exemplo.

Matéria publicada no portal de notícias AdNews. Se quiser mais informações sobre o mundo da publicidade e do marketing acesse: https://adnews.com.br/

Continue lendo

Empresa

Baden Baden relança edição limitada comemorativa de Natal

Publicado

em

Presentes cervejeiros são sempre bem vindos. E para tornar este Natal ainda mais especial, a Baden Baden, uma das pioneiras na produção de cerveja artesanal no Brasil, apresenta a Baden Baden Christmas, uma edição especial e limitada que ressalta o espírito natalino.

Refrescante, levemente frisante e de aspecto visual cristalino, a Baden Baden Christmas é uma cerveja de trigo filtrada. Com sabores e aromas de cravo e banana, a bebida veio para conquistar todos os convidados da ceia.

Entre as principais características e qualidades dos rótulos que compõem o portfólio de Baden Baden, está a possibilidade de harmonização e experiências gastronômicas únicas. Essa versatilidade também pode ser notada na edição Christmas, ideal para consumir junto com peru ou tender assado, panetone e frutas secas, além de queijos macios em geral e as típicas rabanadas de sobremesa.

Continue lendo