Conecte-se com a LIVE MARKETING

Empresa

Água Doce triplica vendas no delivery com soluções Linx

Publicado

em

A rede de restaurantes Água Doce Sabores do Brasil aumentou as vendas após implantar soluções da Linx, empresa líder e especialista em tecnologia para o varejo. Com o uso das plataformas para a gestão do Food Service, a marca especializada em comida brasileira cresceu mais de 200% em vendas no delivery e 40% o tíquete médio desde o início da pandemia, mantendo os negócios ativos em meio ao isolamento social.

A implantação começou em fevereiro de 2020, quando a Água Doce teve como desafio das unidades franqueadas o controle de estoque, a gestão financeira e a integração do sistema de PDV, pedidos e cozinha. Avaliando o mercado em questão, que se tornou cada vez mais competitivo após a chegada de novas plataformas de vendas digitais, a rede verificou a necessidade de incorporar ao negócio melhores ferramentas de gestão. “Nosso foco foi apostar na modernização da operação, como um todo. Para isso, começamos a conversar com as unidades sobre os problemas que impactavam diretamente a rotina e as atividades do restaurante e que precisavam de mudança rápida”, revela Renata Robledo, responsável pelo serviço de atendimento ao cliente da Água Doce.

Após pesquisas e análises de mercado, a Linx foi escolhida para solucionar os problemas e apoiar a expansão da rede dali em diante. O projeto piloto, realizado em Tupã, cidade do interior paulista onde foi fundada a primeira loja da Água Doce, deu tão certo que em menos de um mês foi iniciada a migração dos sistemas para 40 das 65 lojas em operação da rede. “Além de conseguirmos atender às necessidades e melhorar o dia a dia dos franqueados, entramos no cenário de pandemia com um delivery estruturado e pronto para lidar com o aumento da demanda, auxiliando diretamente no faturamento e na rentabilidade do negócio”, explica Robledo.

Com a digitalização e a automatização dos processos, o tíquete médio cresceu 40% em seis meses, impulsionado pelo sistema Degust, que traz uma interface simples e entrega o status completo da operação, com indicadores como CMV, tíquete médio e ranking de vendas em um sistema em nuvem simples e fácil de usar. O franqueado, por exemplo, teve mais tempo para se dedicar aos clientes que ainda não haviam se adaptado às plataformas digitais. No início da pandemia, o delivery, por meio do atendimento telefônico, também foi importante para o aumento do tíquete médio. Segundo a rede, com o passar dos meses, os clientes foram se adaptando às plataformas digitais e migrando o pedido via telefone para os aplicativos. “Neste momento de isolamento social, a agilidade no atendimento pode ser a diferença entre vender mais ou não vender. Esse sistema é uma forma de tranquilizar a rotina dos restaurantes, que podem focar no cliente, gerando uma experiência de compra muito mais rica”, afirma Rodrigo Andrade, diretor do segmento de food da Linx.

Ainda no fator agilidade, outras duas tecnologias foram adotadas pela Água Doce: Mobile, ferramenta multiplataforma para garçons, que pode ser utilizada no celular ou no tablet, garantindo um atendimento mais rápido e eficiente; e o Integrador delivery, sistema que integra os pedidos de aplicativos de delivery automaticamente ao sistema de PDV. “O sistema Integrador fez triplicar o faturamento do nosso delivery no ano passado. Agora, com o novo fechamento do comércio em muitas cidades, os franqueados estão mais tranquilos para operar por entregas apenas”, complementa Robledo.

Para Andrade, a integração dos sistemas da Linx é um fator importante para fazer a melhor gestão do negócio. “Com PDV, atendimento móvel e, principalmente, delivery integrados, a operação se torna muito mais ágil e eficaz. Juntos, eles conseguem acelerar a entrega do pedido e aumentar o tíquete médio, além de reduzir o preparo de pedidos errados na cozinha, o que impacta diretamente no lucro do restaurante”.

Neste último ano, com a parceria da Linx, os pedidos da Água Doce via delivery subiram 200%, mesmo com algumas unidades mantendo atendimento presencial para retirada. Para Robledo, os indicadores confirmam a estratégia de que todas as lojas devem passar a operar com a Linx até 2022. “Tivemos maior alcance digital em redes sociais, nos aplicativos, vendas via WhatsApp e no sistema. Com esses resultados, começamos a estudar a implementação de mais soluções da Linx, como aplicativos próprios para delivery dos franqueados”, finaliza.

Continue lendo

Empresa

Luccas Neto lança primeiro jogo oficial dos Aventureiros para celular

Publicado

em

Os fãs de Luccas Neto, o maior criador de conteúdo infantil da atualidade, agora vão poder se divertir com seus personagens no primeiro jogo oficial do ator para celular: o Aventureiros Run – a Máquina do Dr. MauMau, desenvolvido pelo Black River Studio, do Sidia Instituto de Ciência e Tecnologia. O lançamento foi no dia 11 de maio.

No jogo, o personagem Luccas descobre que o Dr. MauMau criou monstros que serão espalhados por toda a Netoland. Ele convida Gi para que, juntos, transformem-se nos heróis Aventureiro Azul, com o poder da Coragem; e na Aventureira Vermelha com o superpoder do Amor para salvar a terra dos inimigos. As batalhas com os monstros são desenvolvidas em três mundos, cada um deles com 12 fases: o Reino da Alegria; a Cidade dos Brinquedos e a Floresta do Perigo. Os jogadores têm de controlar o personagem com movimentos de pular, agachar, desviar e atacar, além de outras ações especiais disponíveis. O objetivo é completar as missões em cada fase e receber moedas. Há também fases de Desafios, com maior nível de dificuldade.

O jogo, desenvolvido no estilo das famosas corridas infinitas, é voltado para crianças da faixa etária de 4 a 8 anos e está disponível nas lojas de aplicativos Android e iOS no valor de R$ 14,90. Segundo Luccas, “o jogo está muito divertido e é super atrativo para crianças e para adultos também. Além disso, ele ajuda no desenvolvimento da percepção e dos movimentos dos jogadores. Amo jogos nesse formato endless runner e poder aliar isso ao universo dos Aventureiros é mais um sonho se concretizando”.

“Estamos muito contentes com esta parceria com o Luccas Neto pela oportunidade de desenvolver um entretenimento para crianças em um momento em que vivemos a realidade de uma pandemia”, explica o Business Developer do Sidia, Ronaldo Mussa. Ele ressalta que o estilo endless runner, desenvolve habilidades visomotoras das crianças, a capacidade de concentração além de permitir o contato com conceitos da matemática como a conquista de moedas e derrota de monstros.

Sobre o Luccas Neto

Natural do Rio de Janeiro, o empreendedor, ator, produtor e roteirista Luccas Neto é o maior fenômeno do universo infantil na atualidade no país e é top of mind quando se trata de produção de conteúdo intrinsicamente ligado a entretenimento e mensagens socioeducativas para crianças.

Em 2018, criou a Luccas Neto Studios, que atua em diferentes vertentes, como: tecnologia (com a criação de aplicativos e jogos); filmes (longa metragens para serviços on demand como Claro Now, Netflix, cinema, TV e outras grandes plataformas); YouTube (com a criação de conteúdo para canais, como o Em Libras); editorial (livros em parceria com a editora Ediouro), música, licenciamento de produtos e shows, gerando mais de 150 empregos de forma direta e indireta.

Todo o conteúdo produzido é 100% autoral, com a curadoria de uma equipe multidisciplinar, formada por pedagogos e educadores, a fim de passar mensagens positivas, ensinamentos, responsabilidade e sonhos para as crianças.

Matéria publicada no portal de notícias AdNews. Se quiser mais informações sobre o mundo da publicidade e do marketing acesse: https://adnews.com.br/

Continue lendo

Empresa

Youtube Shorts pagará até US$ 100 mi para criadores

Publicado

em

Para competir com o Tik Tok, o Youtube anunciou que vai pagar até US$ 100 milhões para aqueles que produzirem conteúdo na plataforma Shorts, criada para a divulgação de vídeos curtos, como no rival chinês. . O objetivo é incentivar os criadores a escolher e postar continuamente em seu novo serviço.

O pagamento deve ocorrer mensalmente e os beneficiados serão os criadores com mais visualizações e engajamento do período. O Youtube não deu detalhes sobre a quantia exata que cada pessoa pode receber, mas qualquer um que se arriscar na produção de vídeos para o Shorts e alcançar bons números, pode ser escolhido para receber o valor.

A única exigência é que os vídeos sigam as diretrizes da plataforma e não sejam plágios de outros conteúdos. Ainda não há uma data definida para quando os pagamentos devem começar, mas o Youtube declarou que o fundo para criadores deve iniciar em breve e se estenderá até o ano que vem.

A estratégia do Youtube para capturar os criadores de conteúdo do app vizinho não é inédita. Em julho do ano passado, o TikTok já havia lançado um fundo para criadores de cerca de $200 milhões. O Snapchat também reagiu do mesmo modo, quando o Tik Tok e Spotlight foram lançados, pagando $ 1 milhão por dia aos produtores de conteúdo.

Youtube Shorts

O Youtube Shorts ainda está disponível apenas na Índia e nos Estados Unidos, onde foi lançado em março. Ele funciona de forma parecida com o Tik Tok ou Reels do Instagram, permitindo que vídeos curtos sejam publicados e assistidos dentro do aplicativo do Youtube. Assim como nas duas plataformas já conhecidas, o feed do Shorts é quase infinito, levando os usuários a passarem horas assistindo aos conteúdos.

 

Matéria publicada no portal de notícias AdNews. Se quiser mais informações sobre o mundo da publicidade e do marketing acesse: https://adnews.com.br/

Continue lendo