Conecte-se com a LIVE MARKETING

Empresa

A era do Emotiontech: VOQIN’ inova no mercado brasileiro, reforçando seu propósito com tecnologia de emoções para um novo mundo híbrido

Publicado

em

A era do Emotiontech: VOQIN’ inova no mercado brasileiro, reforçando seu propósito com tecnologia de emoções para um novo mundo híbrido

Para impulsionar a fidelização entre marcas e clientes internos e externos a VOQIN’ provoca emoções com inovação, estratégia, criatividade e tecnologia que fazem parte de seu DNA. A empresa global de brand experience foi fundada em Portugal, por Diogo Assis, em 2002. A agência já atuou em cerca de 70 países e desenvolve mais de 300 projetos ao ano. Com sede em Lisboa e operações na Espanha e Flórida, a empresa se reposiciona no Brasil, onde atua desde 2011, com a proposta de democratizar eventos e acesso a conteúdos de qualidade, onde tem Ticiana Gomes, à frente da operação brasileira e Chief Content Officer da companhia.

Com o objetivo de maximizar as conexões humanas por meio de experiências físicas, digitais ou híbridas, a VOQIN’ combina conteúdo criativo, estratégia, dados, marketing de influência, social media, tecnologia e eventos para se adaptar a diferentes cenários e desafios exigidos pelos clientes. Com mais de 20 anos de experiência no mercado global, operando ao lado de marcas como Unilever, Microsoft, VIVO, AMD, Danone, Diageo, BCG, entre outros, a companhia visa atuar no mercado brasileiro com abordagem centrada. “Com novo mindset, reforçamos nossa inteligência e adotamos um posicionamento de Emotiontech, com o objetivo de desenvolver produtos e serviços digitais capazes de provocar emoção, nos quais o uso da tecnologia com processo proprietário são os principais diferenciais”, afirma Diogo Assis, CEO da VOQIN’. “A inteligência criativa e o conhecimento são fundamentais para a construção de marcas neste novo cenário em que vivemos”, completa.

Com a aceleração digital, a VOQIN’ aperfeiçoou as atividades no último ano e investiu mais de R$10 milhões em tecnologia, processos e pessoas, com o intuito de se antecipar às tendências e se preparar para um futuro de evolução e liderança no mercado híbrido. A empresa também investiu no desenvolvimento de novas plataformas, com soluções para eventos híbridos, transmissões ao vivo, webinars, interações e ativações de marca, combinando competências e metodologia para entregar experiências que produzem emoções e conectam clientes aos seus públicos-alvo, fidelizando-os. Todo o processo do evento virtual é realizado pelo time VOQIN’.

Sabe-se que experiências e eventos digitais existem há bastante tempo, mas o desafio das agências do mercado está em buscar agilidade e potencializar resultados para as marcas junto ao público. “Buscamos uma extensão do nosso toque humano, com conexões emotivas e soluções pensadas exclusivamente para atender as necessidades de nossos clientes e potencializar o relacionamento com sua audiência”, conclui Diogo.

Continue lendo
Clique para comentar

You must be logged in to post a comment Login

Deixe uma resposta

Empresa

GMD assina campanha para a Roku

Publicado

em

A GMD acaba de assinar mais uma campanha de marketing  da Roku, plataforma de streaming para TV líder nos Estados Unidos em horas de consumo, segundo a Hypothesis Group. A nova campanha conta com mais de 40 peças publicitárias.

Com o objetivo de ampliar o awareness da Roku no país e estimular as vendas de produtos nos meses de maio e junho, a campanha criada pela GMD complementa outras iniciativas da empresa. Para isso, foram criados dezenas de vídeos em diferentes formatos e tamanhos, direcionados aos fãs de streaming que têm por hábito consumir conteúdos como filmes, séries, jogos de futebol, música, entre outros. 

Para desenvolver a campanha, a GMD contou com um time de 13 profissionais e levou cerca de um mês entre planejamento e produção. Lucas Patrício, CEO da GMD, acredita que os excelentes resultados conquistados no ano passado, quando fizeram o primeiro trabalho para a Roku, foram determinantes para a realização da nova campanha.

“A GMD tem bastante sinergia com os mercados do entretenimento e tecnologia, não só pelo histórico da agência no segmento, mas porque todos aqui são consumidores. Entendemos rapidamente a mensagem que a Roku queria transmitir e os resultados do ano passado foram bastante positivos. Esperamos repetir o sucesso de alcance, engajamento e conversão nessa nova campanha”, comenta.

Ficha técnica:

Gerente de Projetos: Barbara Toscano

Analista de Projetos: Thais Queiroz

Especialista de mídia: Gilmar Pereira

Diretor e roteirista: Vina Aguiar

Editor: Rafael Balão

Diretores de arte: Bruno Ribeiro e Lucas Coimbra

Analista de Conteúdo: Diogo Carvalho

Continue lendo

Empresa

Waze convida usuários a corrigirem a pronúncia de vias públicas

Publicado

em

Waze, a plataforma que conecta comunidades dentro e fora das estradas, lança uma nova campanha comunitária para melhorar e atualizar a pronúncia de ruas, avenidas e rotas em português. A ativação faz parte do trabalho de desenvolvimento da operação de conversão de texto em voz dos engenheiros da empresa, que visa tornar uma das suas vozes padrão – a Alessandra, que reproduz o nome das ruas e avenidas – mais fluente e compreensível para os usuários do aplicativo.

A partir do dia 15 de maio e até dia 31/05, os usuários do Waze poderão ajudar a aprimorar a experiência de navegação para si e para outras pessoas ao relatar a pronúncia incorreta de nomes de ruas e rotas em todo o país. Por meio desse formulário, o feedback será enviado aos engenheiros e desenvolvedores da empresa e ajudará a atualizar e melhorar a experiência de navegação para milhões de motoristas do Brasil. A iniciativa já foi realizada em Israel, país onde o aplicativo nasceu e o resultado foi bastante satisfatório, em duas semanas de campanha foram feitos 200% mais ajustes do que em um ano. Os usuários agora têm uma pronúncia em hebraico muito mais clara e fluída.

O Waze adiciona recursos úteis regularmente, atualizar o desenvolvimento de texto para fala é outra melhoria projetada para aperfeiçoar a experiência do uso em português do Brasil.

Continue lendo