Conecte-se com a LIVE MARKETING

Agências

Intensitá nasce com propósito criativo social

Publicado

em

Em tempos em que 97% dos brasileiros dizem esperar que marcas resolvam problemas sociais, o mercado ganha a Intensitá, nova agência com propósito criativo social liderada pelo publicitário e produtor Felipe Guedes, o “Floripa”.

A Intensitá, que nasce em São Paulo e tem o coração humano como logo, tem como objetivo diferenciado gerar emoção e humanismo em cada pedaço de seus projetos, gerando experiências exclusivas para que as marcas entendam a real importância de contribuírem com a sociedade.

“Vivemos novos tempos, um novo momento global que nos tem feito repensar nossa função como ferramentas sociais e o valor de ações sociais de marcas com propósito e preocupação verdadeiros. Meu maior sonho era, um dia, poder ter uma agência dedicada a trabalhar com projetos sociais, ONGs e entidades; hoje estou iniciando a jornada de realizar isso de uma maneira mais ampla e completa, levando esse DNA para todo e qualquer projeto de clientes, bem como nossos projetos proprietários. Importante salientar que não vamos criar ações para o terceiro setor e, sim, conectar projetos sociais em todas as ações criadas para marcas”, afirma Guedes.

De projetos proprietários a contas corporativas, a agência 360 quer ser referência em ações com olhar humano e contrapartidas.

Uma pesquisa recente do Edelman Trust Barometer, divulgada no final do ano passado, indicou que, além de esperar que marcas resolvam problemas da sociedade, 72% dos brasileiros também esperam que elas tomem medidas para ajudar comunidades em tempos de crise.

“Queremos levar intensidade e emoção para todos os projetos das marcas e proprietários, fazendo com que todo o público sinta no coração essa intensidade de maneira verdadeira e natural”, enfatiza o diretor geral da agência.

A dedicação e o engajamento em causas sociais estão no histórico do seu fundador, desde a adolescência. Em 2020, ele tornou-se voz para a classe de produtores do mercado Live Marketing, com a idealização de um dos primeiros movimentos do mercado de Eventos e Entretenimento, pelo retorno do setor e a união das áreas.

“A Intensitá surge dessa nossa paixão pelas pessoas, por acreditarmos no poder do coletivo e da empatia, por entendermos que precisamos humanizar, na prática, os eventos, campanhas, ativações e ações. Além de engajar projetos sociais em cada ação, pretendemos levar para o mercado pelo menos quatro projetos proprietários de relevância até o final de 2021”, finaliza.

Continue lendo

Agências

Ampla conquista a conta da Margarina Primor

Publicado

em

A Ampla – agência com sede em Recife (PE) e escritórios em Vitória (ES), Aracaju (SE) e Maceió (AL) – acaba de conquistar a conta da Margarina Primor, líder no segmento de margarinas de consumo nas regiões Norte e Nordeste. A agência cuidará de toda a comunicação e campanhas on e off-line da Margarina Primor. A marca pertence à Seara, da JBS.

“A Ampla será uma parceira estratégica da Primor na região. Vamos apoiar a marca no fortalecimento de sua liderança, além de reforçar para o consumidor a inovação e a qualidade dos produtos Seara”, explica Queiroz Filho, co-presidente da Ampla.

A Seara também possui as marcas Delícia, Doriana, Delicata, Gradina, Salada, Ricca, Cremosy e Cukin, e ocupa, atualmente, a segunda posição no mercado brasileiro de margarinas, com 35,5% de participação.
Continue lendo

Agências

WWF-Brasil e Loop Brands firmam parceria para gestão de contratos de licenciamento

Publicado

em

Num mundo cada vez mais consciente, no qual as pessoas estão mais atentas ao desperdício, reciclagem, reuso e consumo sustentável, o WWF-Brasil licencia seu icônico panda  – uma das marcas mais reconhecidas e queridas no mundo – com o objetivo de comunicar suas mensagens de conservação em prol do meio ambiente para um maior público possível, com produtos sustentáveis e que expressem as causas defendidas pela organização e que são endossadas pelos consumidores.

A agência escolhida para o gerenciamento da marca é a Loop Brands, já reconhecida no segmento de causas relacionadas com saúde, meio ambiente e relações sociais. A empresa será responsável pela prospecção e gerenciamento dos contratos de licenciamento de produtos que visem um mundo mais sustentável, com maior respeito à biodiversidade e menor desperdício e pegada de carbono.

Os produtos que estamparão a marca WWF no Brasil possuirão caráter educativo e de comprometimento ativo. Eles trarão mensagens de conservação como forma de expressão daqueles que se identificam com a causa ambiental. O objetivo é proporcionar às pessoas o sentimento de pertencimento e oportunidade de externar opiniões, trazendo informações novas que as estimulem a reflexão sobre o planeta e suas responsabilidades com o meio ambiente.

Para evitar a geração excessiva de lixo, toda a produção será amigável com o meio ambiente, desde a embalagem que deve gerar o mínimo possível de resíduos, incorporando materiais reciclados ou reutilizáveis até o produto em si, que deve ser inteligente, com design consistente, durável, com função e propósito, feitos de materiais sustentáveis ou alimentados por energias renováveis.

A iniciativa ocorre num momento de expansão da consciência ambiental em que boa parte dos consumidores são totalmente favoráveis ao marketing de causa, conforme sinaliza a pesquisa Ipsos 2019. Na mesma análise, 34% das pessoas disseram ter adquirido no último ano, produtos que destinaram parte do seu valor a causas sociais, culturais ou ambientais. Para Murilo Hinojosa, sócio-fundador da Loop Brands, o anúncio de licenciamento da marca chega em boa hora. “os consumidores valorizam e estão dispostos a adquirir produtos fabricados da maneira ambientalmente correta”.

Gabriela Yamaguchi, diretora de sociedade engajada do WWF-Brasil afirma que “mais que uma parceria, a ação representa um esforço de adequação às tendências de comportamento e engajamento da sociedade. Trata-se de mais uma iniciativa do WWF-Brasil para a mudança da atual trajetória de degradação do nosso planeta. A cada ano, o mundo despeja cerca de 8 milhões de toneladas de plástico nos oceanos, as paisagens naturais têm sido alteradas e muitas espécies de plantas e animais estão em risco de extinção. Precisamos mudar a forma como consumimos e nos engajar mais com a causa ambiental”, ressalta.

Continue lendo