Conecte-se com a LIVE MARKETING

Empresa

Iniciativa da Nestlé ajuda o consumidor a fazer escolhas mais conscientes

Publicado

em

Projeto Gôndolas Saudáveis nasceu de uma pesquisa realizada pela companhia sobre a percepção dos consumidores sobre produtos mais saudáveis

O Brasil é atualmente o quarto maior mercado de itens saudáveis no ranking global: cresceu 49% nos últimos cinco anos e movimenta R$ 32 bilhões, segundo dados da consultoria Euromonitor. Os números mostram que as pessoas estão cada vez mais conscientes sobre a importância de hábitos alimentares equilibrados para a saúde. Em linha com esse cenário e com seu propósito de melhorar a qualidade de vida e contribuir para um futuro mais saudável, a Nestlé se aliou à MindMiners, empresa especializada em pesquisa de mercado, para entender e se aprofundar nos hábitos e atitudes do consumidor em relação a esse universo de produtos. O levantamento considerou uma amostra de 300 pessoas das regiões Nordeste, Sudeste e Sul.


“Há um entendimento ainda muito frequente de que os produtos saudáveis são somente aqueles diet e light, sem glúten e lactose ou naturais e orgânicos. Mas sabemos que existem outras frentes que vêm crescendo como os produtos com alto índice de proteínas, de origem vegetal e com adição de ingredientes positivos como vitaminas, fibras e minerais e a pesquisa nos trouxe subsídios para entender isso”, ressalta a gerente de Nutrição, Saúde e Bem-Estar da Nestlé, Gisele Pavin.


Resultados da pesquisa
Entre os principais achados da pesquisa está a percepção do consumidor sobre o que são produtos com características mais saudáveis. Os mais citados foram itens naturais, orgânicos e sem aditivos, além de produtos com menos açúcar, sódio ou gordura e os 100% integrais. Também figuram na lista ingredientes positivos (vitaminas, minerais, frutas, castanhas e sementes) e produtos com origem vegetal. No ranking por produto, os itens considerados mais saudáveis são aveia, granola, orgânicos, farinhas, grãos e sementes.


A pesquisa também levantou os critérios de compra do consumidor quando se fala em produtos mais saudáveis. Para 71% dos entrevistados, propagandas na Internet chamam a atenção para os produtos, além da compra em feiras de rua (96%) ou hortifrutis (74%). Outro dado interessante mostra que 60% dos entrevistados pesquisam produtos e preços em aplicativos antes de ir à loja e 79% gostam de interagir com suas marcas preferidas pelas redes sociais.


Gôndolas saudáveis
Com base nos dados da pesquisa e um extenso trabalho de análise de portfólio do cliente, a Nestlé criou o projeto Gôndolas Saudáveis. O projeto prevê uma nova organização e distribuição dos produtos nos pontos de venda, a partir de pilares como Complementos e Suplementos, 100% Integrais, Naturais e Orgânicos, Base Vegetal e Zero (este último pilar engloba zero adição de açúcares, lactose e glúten), de acordo com o perfil de cada loja.


“A ideia de criar espaços organizados para os produtos considerados saudáveis surgiu após muitos de nossos parceiros nos questionarem sobre como criar esse espaço nas lojas, exatamente pelo fato de identificarem que o shopper tem dificuldade de identificar e encontrar esses itens nos pontos-de-venda. “Quando organizamos o espaço e levamos em consideração o mix que cada loja oferece e o espaço físico, damos a oportunidade de combinar portfólio diversificado com experiência de compra e, assim, orientar o consumidor no processo de escolha”, explica a gerente nacional de gerenciamento de categoria da Nestlé, Barbara Ribeiro. Um piloto já está em execução na rede Pague Menos, em Nova Odessa (região de Campinas) e deve se expandir para outras praças ao longo de 2020.”


Jornada da Nestlé Brasil
A Nestlé iniciou uma jornada global de renovações e inovações de portfólio, que se intensificou na última década, para atender a novos perfis e oferecer soluções que levem saúde, nutrição e bem-estar ao consumidor. No Brasil, nos últimos cinco anos, investiu mais de R$ 400 milhões em pesquisas e lançamentos de produtos mais saudáveis, além da renovação de itens que já fazem parte do mix da companhia. Desde 2014, foram reduzidas mais de 14 mil toneladas de açúcares, mais de 5 mil toneladas de gorduras saturadas e mais de 300 toneladas de sódio.


Em outra frente, a Nestlé vem investindo de forma consistente em produtos plant-based globalmente. No Brasil, entre 2017 e 2019, foram mais de R$ 15 milhões em portfólio à base vegetal, entre amêndoa, aveia, ervilha e arroz. Os alimentos plant-based constituem parte da alimentação vegana e vegetariana, mas também atendem aos flexitarianos, ou seja, pessoas que seguem uma mudança de comportamento para reduzir o consumo de itens de origem animal, além daqueles que buscam adotar hábitos alimentares e estilos de vida diversificados.

Continue lendo
Clique para comentar

You must be logged in to post a comment Login

Deixe uma resposta

Empresa

Casas de apostas patrocinam vários clubes brasileiros

Publicado

em

Casas de apostas patrocinam vários clubes brasileiros

No Brasil nada menos que 14 dos 20 clubes da Série A do Brasileirão e vários de outras divisões já ostentam as marcas de casas de apostas em seus uniformes

Que o Brasil é o País do futebol todos já sabem, apesar dos problemas relativos ao esporte em uma Nação emergente e com clubes enfrentando dificuldades financeiras. A paixão do povo, porém, segue forte e fiel por seus times de coração.

Com tanto amor pelo futebol e uma gigantesca população o mercado brasileiro tem sido um alvo preferencial de casas de apostas de todo o mundo. O segmento movimentou quase R$ 7 bilhões em nosso país em 2019 por meio de mais de 200 bookmakers nacionais e internacionais, que já contam com milhões de apostadores no Brasil, não apenas entre os fãs do futebol como de outras modalidades como basquete, vôlei ou automobilismo, por exemplo, além dos jogos eletrônicos que tanto agradam aos jovens de cassinos virtuais. Empresas como a gigante Bet365, maior do mundo no ramo de apostas virtuais e com sede no Reino Unido, além de terem milhões de usuários – no caso deste bookmaker são 20 milhões em todo o planeta -, também têm firmado parcerias com clubes de futebol e fechado contratos de patrocínio muito vantajosos para as agremiações.

No Brasil nada menos que 14 dos 20 clubes da Série A do Brasileirão e vários de outras divisões já ostentam as marcas de casas de apostas em seus uniformes. Desde o poderoso e milionário Flamengo – atual bicampeão nacional – até emergentes como o RB Bragantino, muitos times já firmaram parcerias com bookmakers.

Na Região Nordeste, cada vez mais forte no plano nacional, clubes como o Fortaleza – tricampeão cearense – também já têm patrocínios de casas de apostas. A tendência é acordos do gênero crescerem ainda mais nos próximos anos. E as parcerias não serão apenas pontuais, mas do tipo Master, envolvendo milhões de reais que, obviamente, são muito bem-vindos aos cofres dos públicos. As casas de apostas como a Bet365, com mais tempo de mercado e licenciamento de qualidade e segurança, também investem pesado em publicidades como placas em estádios de futebol, divulgação por rádio e televisão e patrocínio de competições nacionais ou internacionais. A líder mundial do segmento tem um forte investimento no Stoke City, da Inglaterra.

Um fato que facilitou bastante a expansão das parcerias entre casas de apostas e clubes no Brasil foi a legalização a atividade, ocorrida no final de 2018, com aprovação no Congresso Nacional. Apostar pela internet é legal, seguro e potencialmente lucrativo e, obviamente, ter um parceiro como uma empresa internacional com tamanho conceito e lucratividade só pode ser bom para clubes com as finanças combalidas como muitos dos brasileiros.

É bom lembrar que para alguém apostar é necessário ter no mínimo 18 anos de idade e preencher um cadastro com informações pessoais no próprio site da empresa. As melhores casas de apostas oferecem bônus de boas-vindas aos iniciantes e têm um sofisticado sistema de cotações (odds) que funcionam como uma verdadeira bolsa de apostas. Nos sites também há informações sobre o desempenho de clubes e atletas, o que facilita na hora de fazer uma aposta.

Enfim, os bookmakers chegaram ao Brasil para ficar e cada vez mais veremos suas marcas nos estádios de futebol do País, em campanhas publicitárias pela televisão ou na internet e em outras mídias. Apostar agora é bem mais simples: basta ter um simples aparelho móvel como um smartphone, por exemplo, e internet de qualidade para começar a diversão. No Brasil já há quem ganhe mais de R$ 5 mil mensais, provando que é possível ter a atividade como uma ótima fonte de renda.

Autor: J.P. Júnior

Matéria publicada no portal de notícias AdNews. Se quiser mais informações sobre o mundo da publicidade e do marketing acesse: https://adnews.com.br/

Continue lendo

Empresa

Anitta entra para o Conselho de Administração do Nubank

Publicado

em

Anitta entra para o Conselho de Administração do Nubank

A fintech se junta à Anitta para ampliar os negócios nas classes mais baixas e aprimorar os produtos da empresa. Saiba mais detalhes!

Nubank anunciou nesta segunda-feira (21), a chegada de um novo membro ao Conselho de Administração da empresa, e não é nada menos do que Anitta! A cantora, que já esteve em cargo executivo Ambev em 2019, agora assume uma nova posição no maior banco digital independente do mundo. Ela vai atuar no aprimoramento dos produtos e serviços da fintech e estará em contato com outros seis conselheiros e a diretoria para discutir decisões.

“Anitta tem profundo conhecimento do comportamento dos consumidores nesses mercados que tem explorado e tem muita experiência em estratégias de marketing vencedoras. Essas competências foram chave para a convidarmos para o Conselho”, destaca David Vélez, CEO e fundador da empresa.

Anitta incorpora a equipe da Nubank para ampliar o alcance da fintech às classes mais baixas e ela conhece bem as dificuldades desse público ao procurar por um banco que atenda às suas necessidades.

“É muito chato e constrangedor não conseguir ter acesso a produtos financeiros. Muita gente na América Latina sempre viveu de emprego informal. Como essas pessoas vão ter histórico de crédito? Fiquei impressionada ao ver o trabalho do Nubank em fazer com que milhões de pessoas se sintam incluídas, podendo ter uma vida financeira melhor”, explicou a cantora.

Para o banco digital, aliar-se à maior e mais influente artista do Brasil significa contar com sua expertise em construção de marcas. Anitta é uma empreendedora extremamente bem sucedida que usou sua visão estratégica para expandir a carreira não só na América Latina e nos Estados Unidos, mas globalmente.

Anitta está reinventando a cena cultural nos últimos anos e compartilhamos do mesmo DNA de inovação. É uma empresária de sucesso que vai nos ajudar a aprimorar ainda mais os produtos para nossos clientes”, afirma Cristina Junqueira, cofundadora do Nubank.

O comunicado sobre a nova integrante foi feito pelo Nubank pelas redes sociais e pelo blog da empresa:

 

Matéria publicada no portal de notícias AdNews. Se quiser mais informações sobre o mundo da publicidade e do marketing acesse: https://adnews.com.br/

Continue lendo