Conecte-se com a LIVE MARKETING

Empresa

Epic Games perde batalha judicial contra a Apple no Reino Unido

Publicado

em

Antes de tudo, durante meses, a Epic Games luta nos tribunais britânicos contra a Apple. Em razão das taxas cobradas pela empresa na compra de moedas virtuais no seu principal jogo, o Fortnite.

Nesse sentido, a disputa judicial provocou a remoção do game Fortnite da Apple Store e da Google Play Store. Embora os jogadores mobile ainda possam fazer o download no site da Epic Games.

Anteriormente, a desenvolvedora de jogos americana não conseguiu avançar no tribunal dos EUA. Portanto, a empresa levou a disputa para a União Europeia.

A disputa se agravou em agosto do ano passado, quando a Epic Games tentou contornar a taxa de 30% da Apple em compras no aplicativo. Ou seja, a Apple lucrava 30% com a compra de V-Bucks (moedas virtuais do Fortnite) no aplicativo, e para evitar tal lucro, a Epic Games passou a vender no seu próprio sistema de pagamento.

Nesse sentido, esse sistema de pagamento próprio oferecia moedas por preços menores do que os vendidos nas lojas de aplicativos.

Após não obter sucesso no tribunal americano, em 14 de janeiro, a desenvolvedora do Fortnite tentou o tribunal do Reino Unido. Contudo, a justiça do país impediu a empresa de contestar a proibição imposta pela Apple ao jogo principal jogo da empresa.

Visto que, na última segunda-feira, o tribunal antitrust do Reino Unido, designado Competition Appeal Tribunal (CAT), decidiu que a desenvolvedora de games não terá permissão para prosseguir o seu caso contra a Apple Inc (sede nos Estados Unidos) e a Apple Limited (sede no Reino Unido) no país britânico.

Porém, o tribunal britânico acredita que o melhor lugar para a discussão prosseguir seria nos EUA. Dessa forma, a Epic Games deve reconsiderar o seguimento do caso no Reino Unido, e tentar novamente nos tribunais americanos.

Matéria publicada no portal de notícias AdNews. Se quiser mais informações sobre o mundo da publicidade e do marketing acesse: https://adnews.com.br/

Continue lendo
Clique para comentar

You must be logged in to post a comment Login

Deixe uma resposta

Empresa

Projeto de live commerce literário “Sub no Ar!” ganha segunda temporada com novas apresentadoras e convidados especiais

Publicado

em

Referência no universo literário, o Submarino acaba de lançar a segunda temporada do projeto “Sub no Ar!”, as lives commerce literárias da marca. O projeto, que potencializou os acessos ao app do Submarino com um aumento de 75%, durante o horário de exibição das lives, traz mais uma novidade. Até o dia 3 de junho, as apresentadoras do podcast Mamilos, Juliana Wallauer e Cris Bartis, comandarão lives no app da marca, com grandes autores e influenciadores. Entre os convidados confirmados da nova temporada estão o escritor Igor Pires, autor da série best-seller Textos cruéis demais para serem lidos rapidamente, e a apresentadora e advogada Gabriela Prioli. Os encontros abordam clássicos e lançamentos de diversos gêneros da literatura, como romance, terror e suspense, fantasia, ficção científica, infanto-juvenil, desenvolvimento pessoal, entre outros.

“Nosso objetivo é trazer cada vez mais diversidade para os debates do universo literário, com conteúdos relevantes entre autores, influenciadores e amantes dos livros, além de alcançar novos públicos”, afirma Vitor Monte, head de marketing do Submarino. “A primeira temporada do ‘Sub no Ar!’ estreou em março deste ano e, como já esperávamos, o projeto foi muito bem recebido pelo público. Além do aumento nos acessos ao app da marca, houve também um crescimento de 20% no número de livros adicionados aos favoritos no aplicativo”, acrescenta.

O projeto também ganhou destaque nas redes sociais da marca, somando mais de 2 milhões de impressões. A hashtag #SubNoAr foi ainda muito bem aceita pelos clientes que interagem com o Submarino, especialmente no Twitter.

As lives do “Sub no Ar!” ocorrem às quintas-feiras, a partir das 20h no app do Submarino, e possuem até uma hora de duração. Os episódios são divididos em cinco quadros, nos quais as apresentadoras fazem perguntas e sugerem brincadeiras aos convidados. Ao final da live, a marca disponibiliza cupons de até 30% de desconto nos livros indicados pelos convidados, além de 10% de desconto em pagamentos realizados com o cartão Submarino.

Matéria publicada no portal de notícias AdNews. Se quiser mais informações sobre o mundo da publicidade e do marketing acesse: https://adnews.com.br/

Continue lendo

Empresa

Nova campanha da Volvo Cars mostra outra maneira de abordar a segurança

Publicado

em

A Volvo Cars estreia nesta semana no Brasil sua nova campanha com uma mensagem profunda e uma reflexão sobre as mudanças climáticas, que traz um final surpreendente.

 

O filme mostra toda a expertise da Volvo Cars em segurança como uma lente para refletir a sustentabilidade. Desde a sua fundação, a empresa vem realizando os mais diferentes, sofisticados e tecnológicos testes de segurança com um único objetivo: salvar vidas.

 

“Esse sempre será nosso objetivo e é pra isso que trabalhamos constantemente. Mas as mudanças climáticas são um desafio à nossa segurança e que vai além do que cintos, airbags e outros recursos podem superar”, destaca Rafael Ugo, diretor de marketing Latam Hub para Volvo Car Brasil. “Nesta campanha, a Volvo Cars evidencia sua visão das mudanças climáticas como outro grande desafio à segurança. Estamos chamando isso de teste de segurança final.”

 

A campanha já está no ar no Youtube, nos meios digitais e também no impresso. A partir dos próximos meses ganhará exibição nos canais fechados.

 

Volvo Cars e a Sustentabilidade

 

A Volvo Cars está empenhada em seus compromissos ambientais. Não é à toa que a marca anunciou que só terá carros elétricos a partir de 2030 e vem transformando todas as suas operações industriais ao redor do mundo para utilizarem energia limpa e materiais sustentáveis.

 

A empresa tem um plano climático abrangente com a visão de tornar-se neutra para o clima até 2040. “Dedicamos o nosso negócio a ajudar a proteger as vidas das pessoas, seja dentro ou fora dos nossos carros. E a mensagem no fim do vídeo deixa clara essa nossa preocupação: ‘É por isso que estamos mudando para veículos 100% elétricos‘”, comenta Rafael.

Continue lendo