Conecte-se com a LIVE MARKETING

Eventos

Dobradinha entre games e inclusão social é destaque na Campus Party Brasil 2021

Publicado

em

A Campus Party, maior experiência tecnológica do mundo, está de volta em uma versão digital planejada especialmente para atender as expectativas e interesses do público brasileiro. O evento acontecerá entre os dias 22 a 24 de julho e será totalmente gratuito. Como não poderia deixar de ser, a programação voltada para a comunidade gamer é um dos destaques. Para criar uma realidade social totalmente disruptiva, a Campus trará uma série de novidades que pretendem engajar gamers e comunidades pelo Brasil e mundo afora, por meio de transmissões ao vivo de fóruns e campeonatos em plataformas de streaming. 

Para Ronaldo Geraidine, responsável pelos games e esports da Campus Party Digital, os jogos eletrônicos são um reflexo do modus operandi de nossa sociedade. Diante desse cenário, diversas desenvolvedoras tem trabalhado intensamente para tornar os jogos cada vez mais inclusivos. “Partindo dessa realidade é nosso papel abrir espaço para movimentos legítimos que trazem causas de suma importância social. A Campus Party é e sempre será um evento que prestigia e acolhe comunidades, para os games não poderia ser diferente”, ressalta. 

Ele acredita em uma conexão cada vez mais intensa entre gamers e campuseiros. Afinal, a edição de 2021 preza por uma integração cada vez maior entre esses públicos. Para ele, o futuro dessa união está traçado. “Nosso objetivo étransformar a Campus Party num hub também para comunidades de games. Esse tipo de interconexão transcende o evento e abre possibilidades para uma série de novas ações em conjunto. Eu aposto que vamos conseguir”, projeta. 

Conheça algumas das principais atrações da Campus Party Digital Edition 2021:  

Projeto Valkirias: 

Criado pela gamer Pamela Mosquer, o projeto treina garotas que desejam melhorar nas filas ranqueadas ou se tornarem profissionais de League of Legends. Em março, as mais de 300 participantes do projeto organizaram o 1º Torneio Valkirias de PUBG Mobile para mulheres. A competição chamou atenção do público no Facebook e Youtube. E cercadas de expectativas, as Valkirias estarão nesta edição da Campus Party Digital. 

Copa Rebecca Heineman (CRH): 

O campeonato com foco no público trans promete agitar a Campus Party Digital Edition no Brasil. A CRH surgiu de uma parceria entre Transcurecer (Sher Machado) e a organização de eSports Strigi Manse. A primeira edição do campeonato, teve o apoio da Riot Games, criadora do jogo League of Legends. A transmissão foi feita através do Canal da Strigi Manse e obteve cerca de 2.600 espectadores únicos, além de 4.200 visualizações ao vivo.  

Sher Machado diz que o convite da Campus Party para realizar a segunda edição da Copa Rebecca Heineman no festival é uma oportunidade incrível. Afinal, não existe lugar melhor para chamar a atenção das organizações de eSports.  

“Queremos nos tornar cada vez mais conhecidos e fortes nos esportes eletrônicos. Dessa forma, outros membros da nossa comunidade serão alcançados e irão se juntar a nós. Tudo isso possibilitado por esse espaço saudável e de acolhimento incrível que é a Campus Party”, afirma Sher.  

Liga dos Surdos: 

A Liga dos Surdos foi formada em 2019 por André Luiz Santos, “NerdSurdo”, a partir de uma comunidade de surdos que se dedicavam a jogar League of Legends e começaram a organizar campeonatos e a disputar outras modalidades de esportes eletrônicos. A presença da Liga na segunda edição da Campus Party Digital visa incentivar maior participação de pessoas com deficiência na comunidade gamer e de eSports. 

Wakanda Streamers: 

A Wakanda Streamers nasceu em 2018, focada inicialmente em streamers pretos inseridos na comunidade gamer. Mas após inúmeros pedidos de pessoas que se identificaram com a ideia, houve uma ampliação. Hoje o grupo dá suporte à comunidade preta através de redes de apoio, com troca de experiências, orientações e prestação de serviços. Durante a Campus Party, o grupo quer, além de jogar, reunir campuseiros para debater novas iniciativas para a comunidade preta. 

Afrogames: 

Idealizado pelo empresário Ricardo Chantilly, em parceria com o AfroReggae, o projeto AfroGames foi inaugurado em maio de 2019, em Vigário Geral, no Rio de Janeiro. É o primeiro centro de treinamento em games e eSports dentro de uma favela e visa formar jogadores e profissionais da indústria dentro da comunidade. O projeto conta com vagas em três modalidades: League Of Legends, Fortnite e Programação de Jogos. A Campus Party é a plataforma ideal para apresentar o sucesso do projeto. 

Brazilians Against Time (BRAT): 

Trata-se de uma maratona de games, com jogadores voluntários e baseada em speedruns (competição que visa terminar o jogo no menor tempo possível). Objetivo da BRAT é conseguir fundos e ajudar causas humanitárias. O evento acontece desde 2016 e já teve seis edições que juntas arrecadaram mais de R$ 139 mil para diversas instituições como: AACD, APAE-SP e Médicos Sem Fronteiras.  

Campus Party Digital Edition 2021 

A segunda edição da Campus Party Digital promete trazer para o mundo virtual o mesmo sentimento de pertencimento e diversão que seus participantes têm nas edições físicas. Visa estimular a integração entre todas as comunidades e participantes.  

Além disso, a meta é superar a entrega de eventos no molde “zoom + plateia”, com um projeto omnichannel, que transmite o conteúdo em várias plataformas de streaming e redes sociais. 

O festival já tem as participações confirmadas de Maitê Lourenço (CEO e fundadora do BlackRocks Startups), Eva Lazarin (CEO e fundadora da Benkyou), Luís Justo (CEO do Rock in Rio) e Caito Maia (Fundador da Chilli Beans), entre vários outros nomes de peso. 

 

Matéria publicada no portal de notícias AdNews. Se quiser mais informações sobre o mundo da publicidade e do marketing acesse: https://adnews.com.br/

Continue lendo

Eventos

Beauty Fair encerra edição de retomada de eventos presenciais e anuncia data para o evento em 2022

Publicado

em

A Beauty Fair,  feira de beleza profissional, encerrou a 16ª edição na última terça-feira, 23, traçando um cenário positivo para o mercado, somando um volume de negócios de R$ 400 milhões e perspectiva de crescimento de 5% para 2022.

Intitulada de “O Reencontro”, a Beauty Fair deste ano seguiu todo os protocolos de segurança exigidos pelas autoridades sanitárias contra a COVID-19 e marcou o retorno dos eventos presenciais do setor de beleza profissional, reunindo cerca de 400 expositores, que – ao longo de quatro dias – apresentaram as principais tendências e os lançamentos a um público de 136 mil pessoas, entre profissionais, lojistas, indústrias, distribuidores e exportadores do mundo todo.

Segundo César Tsukuda, diretor-geral da Beauty Fair, ainda não é possível fazer uma previsão de recuperação do mercado em relação ao ano de 2019, por conta da heterogeneidade do mercado, considerando as diferentes categorias de produtos e canais de vendas. “Salões de beleza, por exemplo, que foram muito impactados pela pandemia, devem levar até dois anos para se recuperarem, mas temos segmentos como cuidados com a pele e algumas subcategorias de cabelos, que já estão acima do que era 2019. É fato que o setor vai crescer em 2022 e pode até se aproximar de patamares de 2019”.

De olho neste crescimento, a Beauty Fair já está preparando a 17ª edição, marcada para ocorrer de 3 a 6 de setembro de 2022, no Expo Center Norte, em São Paulo. “O grande ativo da Beauty Fair é discutir o futuro e as tendências, por isso, já estamos organizando a próxima edição e garantindo que os principais decisores do mercado continuem tendo acesso ao melhor conteúdo para os seus negócios”, afirma Tsukuda.

Algumas marcas até aguardaram a Beauty Fair para fazer o lançamento oficial, uma vez que o evento é espaço de bastante expressão no mercado brasileiro e internacional, tido como referência de novidades e fornecedores, além de ser importante para a indústria e os consumidores. Vale ressaltar que após a feira, o mercado é impulsionado porque a Beauty Fair promove um encontro com todo o segmento de beleza, gerando oportunidade de troca entre os profissionais, varejo, varejo especializado e clientes finais.
Continue lendo

Eventos

Cantareira Norte Shopping promove oficinas de natal com temas relacionados a culinária e artesanato

Publicado

em

As famílias sempre buscam novas receitas para servir à mesa nas festividades de final de ano, bem como inovar na decoração da casa. Então, que tal algumas dicas com as “Oficinas de Natal” do Cantareira Norte Shopping? O empreendimento está promovendo cursos de 6 a 10 de dezembro com temas relacionados a culinária e artesanato, para adultos e crianças. São sete opções diferentes e as inscrições já estão abertas, com vagas limitadas.

Para dar início à programação, no dia 6, a apresentação será gratuita, das 14h às 16h, com dois temas de dar água na boca: Cuscuz Natalino e Doce de Abóbora com Nozes.

A partir do dia 7, os cursos terão o valor simbólico de R﹩ 20 cada. E o cronograma segue inspirador, com o tema Bordados em fitas, marcado para a terça-feira. Na sequência, dia 8, está programado um tema indicado para crianças de 6 a 12 anos: Decoração de Biscoitos Natalinos com 2 turmas diferentes das 14h às 15h, e das 15h30 às 16h30. Ainda no dia 08, haverá o curso de decoração de panetones das 19h às 21h para o público adulto.

Na quinta-feira, dia 9, serão duas dicas deliciosas para incrementar a ceia de Natal. Uma delas é a oficina de Canapés Natalinos, das 14h às 16h, e na sequência terá Risoto para o Natal, das 19h às 21h.

E para fechar a programação de oficinas com um “brinde”, na sexta-feira, dia 10, será a vez de aprender a preparar Licores Artesanais, curso exclusivo para maiores de 18 anos.

As inscrições para as Oficinas de Natal do Cantareira Norte Shopping podem ser feitas pelo WhatsApp 11 97339-2567 até o dia 3 de dezembro. Para os cursos com taxa de inscrição, o pagamento poderá ser feito via PIX ou transferência bancária. A idade mínima permitida é de 13 anos, desde que acompanhados de um responsável também inscrito. Nos temas destinados às crianças, não será permitida a presença dos pais na sala de aula, mas eles devem aguardar no shopping.

“Sempre buscamos novidades para o entretenimento do nosso público. E encontramos, através das Oficinas de Natal, uma oportunidade de incentivar a criatividade e o aprendizado em família. Os clientes ainda participarão de degustações e sorteios de brindes durante os cursos”, comenta Elizabete Henriques, gerente de marketing do Cantareira Norte Shopping .

O empreendimento também mantém os totens com álcool em gel 70% distribuídos em diferentes locais do shopping e a obrigatoriedade da utilização de máscara facial para entrar e permanecer em qualquer ambiente do shopping.

O Cantareira Norte Shopping está localizado a 3 km do Rodoanel, região de Pirituba, no entroncamento da Avenida Raimundo Pereira de Magalhães e Estrada do Corredor.

“Oficinas de Natal” no Cantareira Norte Shopping

Período: de 6 a 10 de dezembro

Inscrições: até 3 de dezembro pelo WhatsApp 11 97339-2567

06.12 – Cuscuz Natalino e Doce de Abóbora com Nozes – Gratuito

07.12 – Bordado em Fita – tema natalino – R﹩20

08.12 – Decoração de biscoitos natalinos (infantil de 6 a 12 anos) – R﹩20

08.12 – Decoração de Panetones – R﹩20

09.12 – Canapés Natalinos – R﹩20

09.12 – Risoto para o Natal – R﹩20

10.12 – Licores Artesanais (exclusivo para maiores de 18 anos) – R﹩20

Local: Piso 1, próximo a loja American Sport

A idade mínima para participar das oficinas é 13 anos, desde que acompanhados de um responsável também inscrito. Exceto quando o curso for destinado para os menores.
Continue lendo