Conecte-se com a LIVE MARKETING

Empresa

Comercial da ONG Banco de Alimentos une os dois países: o Brasil que desperdiça e o Brasil que passa fome

Publicado

em

Para celebrar 23 anos de existência, a ONG Banco de Alimentos convidou a Conteúdos Diversos, produtora audiovisual signatária da Rede Brasil do Pacto Global, para realizar um comercial que chamasse a atenção da sociedade brasileira para uma estarrecedora realidade: existe um Brasil que desperdiça 27 milhões de toneladas de comida por ano enquanto em outro Brasil, 117 milhões de pessoas estão em situação de insegurança alimentar.

A realização “pró-bono” conta com criação de Marcelo Machado e Direção de Paula Galacini; o filme “DOIS PAÍSES” apresenta uma montagem rápida de cenas com pessoas em situação de insegurança alimentar, e imagens de desperdício de comida, sobrepostas por letreiros em motion graphics que revelam os números desta dura realidade e apresentam um país onde a fome é uma questão de sobrevivência e outro país onde a fome é uma questão de consciência.

Fundada em 1998, a ONG Banco de Alimentos é uma associação civil que recolhe alimentos que já perderam valor de prateleira no comércio e indústria, mas ainda estão perfeitos para consumo, e os distribui onde são mais necessários.

Só na pandemia arrecadou mais de cinco milhões de quilos de alimentos impactando 1.375.000 pessoas!

“Sempre disse que somos nós mesmos que fazemos a realidade à nossa volta. Venho, há anos, combatendo a fome e o desperdício de alimentos em um clima de perseverança e atitude construtiva, alertando e educando sobre o papel de todos na construção da realidade que queremos ter. A fome mata, mas a indiferença que a causa mata mais.” –

Luciana C. Quintão, Economista – Fundadora e Presidente da ONG Banco de Alimentos.

O produtor audiovisual Sérgio Lopes conheceu Luciana Quintão em 2016, quando estabeleceram uma parceria de conteúdo para produzir o documentário Cultura do Desperdício – por uma sociedade mais consciente – (Globosat e TV Cultura) que trata de consumo e desperdício usando alimento como pano de fundo e contou com direção de Paula Galacini.

Continue lendo

Empresa

Luccas Neto lança primeiro jogo oficial dos Aventureiros para celular

Publicado

em

Os fãs de Luccas Neto, o maior criador de conteúdo infantil da atualidade, agora vão poder se divertir com seus personagens no primeiro jogo oficial do ator para celular: o Aventureiros Run – a Máquina do Dr. MauMau, desenvolvido pelo Black River Studio, do Sidia Instituto de Ciência e Tecnologia. O lançamento foi no dia 11 de maio.

No jogo, o personagem Luccas descobre que o Dr. MauMau criou monstros que serão espalhados por toda a Netoland. Ele convida Gi para que, juntos, transformem-se nos heróis Aventureiro Azul, com o poder da Coragem; e na Aventureira Vermelha com o superpoder do Amor para salvar a terra dos inimigos. As batalhas com os monstros são desenvolvidas em três mundos, cada um deles com 12 fases: o Reino da Alegria; a Cidade dos Brinquedos e a Floresta do Perigo. Os jogadores têm de controlar o personagem com movimentos de pular, agachar, desviar e atacar, além de outras ações especiais disponíveis. O objetivo é completar as missões em cada fase e receber moedas. Há também fases de Desafios, com maior nível de dificuldade.

O jogo, desenvolvido no estilo das famosas corridas infinitas, é voltado para crianças da faixa etária de 4 a 8 anos e está disponível nas lojas de aplicativos Android e iOS no valor de R$ 14,90. Segundo Luccas, “o jogo está muito divertido e é super atrativo para crianças e para adultos também. Além disso, ele ajuda no desenvolvimento da percepção e dos movimentos dos jogadores. Amo jogos nesse formato endless runner e poder aliar isso ao universo dos Aventureiros é mais um sonho se concretizando”.

“Estamos muito contentes com esta parceria com o Luccas Neto pela oportunidade de desenvolver um entretenimento para crianças em um momento em que vivemos a realidade de uma pandemia”, explica o Business Developer do Sidia, Ronaldo Mussa. Ele ressalta que o estilo endless runner, desenvolve habilidades visomotoras das crianças, a capacidade de concentração além de permitir o contato com conceitos da matemática como a conquista de moedas e derrota de monstros.

Sobre o Luccas Neto

Natural do Rio de Janeiro, o empreendedor, ator, produtor e roteirista Luccas Neto é o maior fenômeno do universo infantil na atualidade no país e é top of mind quando se trata de produção de conteúdo intrinsicamente ligado a entretenimento e mensagens socioeducativas para crianças.

Em 2018, criou a Luccas Neto Studios, que atua em diferentes vertentes, como: tecnologia (com a criação de aplicativos e jogos); filmes (longa metragens para serviços on demand como Claro Now, Netflix, cinema, TV e outras grandes plataformas); YouTube (com a criação de conteúdo para canais, como o Em Libras); editorial (livros em parceria com a editora Ediouro), música, licenciamento de produtos e shows, gerando mais de 150 empregos de forma direta e indireta.

Todo o conteúdo produzido é 100% autoral, com a curadoria de uma equipe multidisciplinar, formada por pedagogos e educadores, a fim de passar mensagens positivas, ensinamentos, responsabilidade e sonhos para as crianças.

Matéria publicada no portal de notícias AdNews. Se quiser mais informações sobre o mundo da publicidade e do marketing acesse: https://adnews.com.br/

Continue lendo

Empresa

Youtube Shorts pagará até US$ 100 mi para criadores

Publicado

em

Para competir com o Tik Tok, o Youtube anunciou que vai pagar até US$ 100 milhões para aqueles que produzirem conteúdo na plataforma Shorts, criada para a divulgação de vídeos curtos, como no rival chinês. . O objetivo é incentivar os criadores a escolher e postar continuamente em seu novo serviço.

O pagamento deve ocorrer mensalmente e os beneficiados serão os criadores com mais visualizações e engajamento do período. O Youtube não deu detalhes sobre a quantia exata que cada pessoa pode receber, mas qualquer um que se arriscar na produção de vídeos para o Shorts e alcançar bons números, pode ser escolhido para receber o valor.

A única exigência é que os vídeos sigam as diretrizes da plataforma e não sejam plágios de outros conteúdos. Ainda não há uma data definida para quando os pagamentos devem começar, mas o Youtube declarou que o fundo para criadores deve iniciar em breve e se estenderá até o ano que vem.

A estratégia do Youtube para capturar os criadores de conteúdo do app vizinho não é inédita. Em julho do ano passado, o TikTok já havia lançado um fundo para criadores de cerca de $200 milhões. O Snapchat também reagiu do mesmo modo, quando o Tik Tok e Spotlight foram lançados, pagando $ 1 milhão por dia aos produtores de conteúdo.

Youtube Shorts

O Youtube Shorts ainda está disponível apenas na Índia e nos Estados Unidos, onde foi lançado em março. Ele funciona de forma parecida com o Tik Tok ou Reels do Instagram, permitindo que vídeos curtos sejam publicados e assistidos dentro do aplicativo do Youtube. Assim como nas duas plataformas já conhecidas, o feed do Shorts é quase infinito, levando os usuários a passarem horas assistindo aos conteúdos.

 

Matéria publicada no portal de notícias AdNews. Se quiser mais informações sobre o mundo da publicidade e do marketing acesse: https://adnews.com.br/

Continue lendo