Conecte-se com a LIVE MARKETING

Empresa

Bayer lança quarta temporada da websérie “Ser Agro é Bom” e busca novas conexões com consumidor final

Publicado

em

Integrada às tendências do mercado, a Bayer adota, para 2020, a estratégia de marketing de influência para desmistificar a linguagem do campo por meio de personalidades influentes das redes digitais

Com novo posicionamento da marca no mercado de inovações tecnológicas e para se conectar ainda mais com o público urbano, a Bayer lança a nova fase da websérie “Ser Agro é Bom”. A quarta temporada terá a participação de influenciadores digitais de ambientes bem diferentes do agro, mas que a cada episódio terão a oportunidade de conhecer sobre o tema e fazer relações com suas áreas de atuação. Novos episódios serão lançados ao longo do ano.

São quatro influenciadores, entre eles Luciano Amaral (games e tecnologia) e Guto Quiros (alimentação e sustentabilidade), além de referências nas áreas de finanças e lifestyle. “Nesta temporada queríamos algo realmente diferente das anteriores, cujo foco estava na narrativa do produtor sobre sua trajetória. Uma vez que nossa estratégia é a de nos aproximarmos da população, desmistificando o mundo agro, ter esses nomes como parte do momento digital reforça o quanto queremos apresentar a realidade do campo para quem é mais impactado por meio da cadeia alimentar sem, no entanto, conhecer de perto a realidade do setor, que é o consumidor final”, diz Daniela Barros, Diretora de Comunicação Corporativa da Divisão Agrícola da Bayer.
De acordo com o levantamento feito pela YOUPIX, aceleradora do mercado de influência, 68% das empresas consideram o Marketing de Influência estratégico para o negócio. “Acreditar no alcance da mensagem e na conexão que o meio digital tem com o consumidor é um importante passo para entender suas necessidades, isso mostra nosso grau de maturidade digital, que leva conteúdo relevante de forma natural para a sociedade, como um todo”, aponta Daniela.

O primeiro episódio conta com a participação do apresentador Luciano Amaral, que fez uma visita à engenheira agrônoma Patrícia Dias, em Goiás, a fim de mostrar como a tecnologia digital tem impactado o homem do campo. Por meio da plataforma digital Climate FieldView, que permite a integração entre máquinas, solo, clima, etc., por meio de big data, ele mostra os benefícios para os cultivos e para a sustentabilidade no agronegócio. O influenciador, inclusive, faz diversas comparações entre a lavoura de soja e o mundo dos games, algo tão presente na vida dele e de seu público, para ajudar a explicar os temas.

“Quando visualizei todo o processo de aplicação, já percebi um paralelo com games: o produtor que consegue usar bem seus recursos, chega ao ‘final do jogo’ com muito mais pontos do que os demais”, comenta Amaral.

Segundo a agrônoma, adepta da agricultura digital, com a ajuda de um drone é possível fazer a leitura da lavoura e saber onde estão as plantas daninhas. A partir daí, o manejo é feito com mais eficiência em cada talhão da fazenda. “Remotamente consigo controlar a velocidade da minha máquina, e avisar o operador para corrigir falhas na pulverização, tudo isso em tempo real. Dessa forma conseguimos ter até 60% de custo a menos em todo processo”, destaca a agrônoma.
Durante o ano novos episódios serão lançados em nosso canal. Acompanhe a lista de temas:

• Biotecnologia: do laboratório ao campo
• Como a tecnologia ajuda o agro e seu alimento a serem mais sustentáveis
• Meio Ambiente
• Rastreabilidade: do campo ao supermercado
• Agro também é sustentabilidade econômica
• Oceano azul para as startups
• Possibilidades de investimento
• Qualidade no campo é conforto na pele
• Citricultura: líder na produção e em vitaminas e minerais
• Café Brasileiro: paixão na cadeia de produção e na mesa do brasileiro

Para acompanhar a websérie, basta acessar o canal da Bayer no YouTube:
http://www.youtube.com/channel/UCc1fyFWYvP3XzMl6W4PWsjw

Continue lendo
Clique para comentar

You must be logged in to post a comment Login

Deixe uma resposta

Empresa

TIM, em parceria com a Eletromidia, apresentam uma experiência ao ar livre gratuita e imersiva

Publicado

em

No ano em que celebra seus 40 anos, o Rock in Rio proporcionará aos fãs uma imersão em sua história por meio de uma experiência inédita, inovadora e divertida. O festival apresenta o Rock in History, o primeiro museu interativo a céu aberto do mundo, em projeto desenvolvido com a TIM e contando com parceria da Eletromidia e implementação da Context, empresa de tecnologia criativa do Grupo Dreamers.

A iniciativa não apenas celebra o legado do Rock in Rio, mas também a cidade que o acolhe, o Rio de Janeiro, transportando os usuários para um universo mágico de uma “cidade aumentada”. Comemorando os 40 anos, 40 histórias estarão em pontos digitais e interativos espalhados pelo Rio de Janeiro, oferecendo cinco formatos de conteúdos imersivos, elevando a experiência dos fãs a um patamar único. Eles poderão encontrar objetos em 3D de proporções gigantescas, informações e curiosidades emocionantes, portais virtuais que os transportarão para novos universos digitais, filtros encantadores, áudios exclusivos e cenários virtuais ideais para capturar fotos incríveis. Ao englobar toda a Cidade Maravilhosa na ação, esta será a primeira vez no mundo que um festival cria uma experiência de realidade aumentada de tamanha dimensão.

No Rock in History, as experiências que foram lançadas contarão com as imagens virtuais das hashtags instagramáveis #Acreditar, #Sonhar, #Juntos, #Paz, da edição de 2022, serão encontradas no Porto Maravilha; Na Barra e em Copacabana, o público vai visualizar uma foto interativa do pórtico que estava na entrada da Cidade do Rock de 1985; já no Aterro do Flamengo, estará a representação do cinema cenográfico da Rota 85, com um conteúdo em vídeo sobre a história do festival; fogos de artifício tocando a música-tema do festival estarão na Praia de Copacabana; e, na Lagoa Rodrigo de Freitas, terá uma interação com holofotes digitais que representam o título do Rock in Rio de ser o primeiro festival a iluminar a plateia.

Por se tratar de um projeto robusto de tecnologia, o Rock in History conta com a força fundamental do 5G para que a experiência seja um sucesso. A TIM, operadora no 5G é a aliada dessa ação e trará experiências diferenciadas para os participantes, principalmente para aqueles que forem clientes.

“Estamos orgulhosos de – nesse nosso segundo ano de patrocínio ao Rock in Rio – permitir a celebração da história do festival por meio de todas as experiências surpreendentes que a tecnologia pode entregar. Só a operadora líder em 5G desenvolveria um projeto tão inovador como o Rock in History, que emociona ao reviver os 40 anos desse grande evento com ativações imersivas em vídeo, som e imagem”, comenta Camila Ribeiro, diretora de comunicação e marca da TIM. A executiva destaca o envolvimento dos clientes e demais consumidores brasileiros: “vamos convidar as pessoas para conhecer ou relembrar a história do maior festival de entretenimento do mundo de uma forma nunca antesvista, juntando música, tecnologia e emoção.”

Continue lendo

Empresa

Campanha da Politize! traz folclore para dentro da política e engaja jovens eleitores

Publicado

em

A Politize!, uma organização da sociedade civil comprometida com a promoção de cidadãos informados e engajados na democracia brasileira, lança uma campanha intitulada “Umbora! – A política não é um bicho de sete cabeças”. Inspirada na riqueza do folclore brasileiro e na diversidade da cultura popular que permeia as diferentes regiões do país, esta iniciativa busca transformar a percepção da política entre a população.

Para abordar esses desafios de frente e garantir uma participação robusta dos jovens nas eleições de 2024, a Umbora! implementa uma estratégia multifacetada. Isso inclui uma combinação de atividades digitais e presenciais, como oficinas, barracas de rua para promover o diálogo construtivo e sessões de formação especializada para educadores e estudantes da rede pública de ensino. Um exemplo é o “Programa Escola da Cidadania Ativa!”, que oferece materiais pedagógicos e capacita professores e estudantes do Ensino Médio da rede pública de ensino.

Luiza Wosgrau Câmara, gestora do núcleo de comunicação da Politize!, destaca a urgência dessa iniciativa, observando o sentimento predominante de que a política brasileira é temida. “Nossos índices de cultura e participação política são baixos, e ainda falhamos em preparar nossa população para participar do processo eleitoral”. Apesar das eleições municipais iminentes em 2024, a apatia política persiste, juntamente com os baixos níveis de envolvimento cívico, apresentando desafios significativos para uma participação democrática efetiva.

Tendo impactado milhões de brasileiros em suas últimas edições, as campanhas educativas da Politize! estabeleceram conexões entre a população brasileira e a educação política, a partir de ações didáticas, plurais, gratuitas, suprapartidárias e acessíveis a todos os públicos. Um exemplo é a Olhe.Vote.Mude, baseada em diretrizes conceituais do design vernacular, que conquistou prêmios importantes do setor criativo, como o de Design Social do Prêmio Bornancini de Design e de Design do Prêmio Brasil Criativo, além de ser finalista do Cannes Lions, o maior prêmio de publicidade do mundo.

Destacando as estatísticas alarmantes de abstenção eleitoral em eleições anteriores, com milhões de eleitores elegíveis ficando longe das urnas, a urgência de iniciativas como a Umbora! é evidente. A ação #GeralComTitulo incentiva os jovens com 16 anos ou mais a obterem o título de eleitor. Por meio dos esforços conjuntos dos voluntários do Programa Embaixadores da Politize!, a organização planeja realizar campanhas coletivas de recenseamento eleitoral em vários municípios, com o objetivo de capacitar os cidadãos e revitalizar o espírito democrático em todo o Brasil.

Continue lendo