Conecte-se com a LIVE MARKETING

Empresa

Ajinomoto do Brasil anuncia novos atletas do Time Ajinomoto

Publicado

em

Lançado há um ano, Time acaba de ganhar mais 12 integrantes e passa a reunir 34 membros

Lançado há um ano juntamente com o Projeto Vitória, o Time Ajinomoto está mais forte e ganhou novos integrantes. No dia 30 de julho, a Ajinomoto do Brasil anunciou a inclusão de mais 12 atletas e paratletas em sua equipe. A partir de agora, o grupo conta 34 integrantes que receberão apoio até o fim do ciclo dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos realizados em Tóquio, no Japão, no próximo ano.

“Em maio deste ano, já tínhamos anunciado o prolongamento do apoio aos atletas que integravam a equipe originalmente e agora estamos muito felizes em anunciar o crescimento do Time Ajinomoto. Sabemos que o mundo atravessa um momento de incertezas e questionamentos, mas nossa proposta sempre foi apoiar e auxiliar o fortalecimento do esporte brasileiro e esse é mais um passo nessa direção. Acreditamos no talento e potencial dos atletas nacionais, por isso essa expansão sempre esteve em nossos planos. O Time Ajinomoto é como uma família empenhada em fazer cada membro evoluir ao máximo e realizar seus sonhos”, diz a gerente de Comunicação da Ajinomoto do Brasil, Priscila Santana.

O anúncio oficial da ampliação do Time Ajinomoto foi feito em evento online. A nutricionista esportiva e consultora da Ajinomoto do Brasil, Caroline Yoshioka, conduziu a cerimônia, que reuniu os atletas que já faziam parte do Time desde 2019 e os novos integrantes. Entre os novos nomes (veja a lista completa abaixo) estão Milena Titoneli (taekwondo), Larissa Pimenta (judô), Andreia Hessel (maratona) e Alan Fonteles (atletismo paralímpico). Eles se juntam a Arthur Nory (ginástica artística), Rafael Silva, o Baby, (judô), Ana Marcela Cunha (maratona aquática), Rosângela Santos (atletismo), Douglas Brose (karatê), Verônica Hipólito (atletismo paralímpico) e outras feras de diversas modalidades.

“Estou muito feliz por entrar para o Time Ajinomoto. A existência do Projeto Vitória é muito importante e está contribuindo muito para o crescimento de todo o esporte nacional. Eu darei meu melhor para contribuir com o Projeto da melhor forma!”, comemora Milena Titoneli, medalha de bronze no Mundial de taekwondo em 2019.

“Esse é um momento importante para mim e para o esporte brasileiro porque fazer parte do Time Ajinomoto significa muito. Fico feliz por ver uma iniciativa como o Projeto Vitória crescendo e contribuindo para o desenvolvimento do esporte olímpico e paralímpico brasileiro”, afirma Alan Fonteles, três vezes medalhista paralímpico (ouro em Londres e prata em Pequim e no Rio).

“A conquista olímpica e paralímpica é o sonho desses atletas e estamos aqui para apoiá-los nessa caminhada. Queremos estar com eles em Tóquio e nas próximas edições dos Jogos. Mas para nós, da Ajinomoto do Brasil, o Projeto Vitória vai além da busca por medalhas. Acreditamos na importância do esporte como ferramenta de desenvolvimento social e nosso pódio é a evolução plena de cada indivíduo”, explica Priscila.

Lançado oficialmente em 2 de julho do ano passado, o Projeto Vitória é uma ação global do Grupo Ajinomoto iniciada no Japão, em 2003. Líder mundial em aminoácidos, a Ajinomoto oferece a todos os integrantes da equipe suporte nutricional e acesso ao conceito Kachimeshi®, palavra que significa “alimentação para vencer”, um programa de educação nutricional que incentiva uma alimentação equilibrada e saborosa, adequada às necessidades específicas de cada atleta, como um pilar importante além do treino e do descanso. Parte do suporte nutricional é representada pelo produto aminoVITAL® GOLD, suplemento alimentar composto por nove aminoácidos essenciais, que agem rapidamente na recuperação muscular, fundamental para esportistas de alto rendimento.

Para estreitar o relacionamento com os atletas por meio do Projeto Vitória, a Ajinomoto do Brasil também mantém parcerias e apoios ao Comitê Olímpico do Brasil (COB), ao Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB) e à Federação Paulista de Judô.

Novos integrantes do Time Ajinomoto

Alan Fonteles – Atletismo paralímpico

Bruna Alexandre – Tênis de Mesa paralímpico

Larissa Pimenta – Judô

Willian Lima – Judô

Andreia Hessel – Maratona

Valdilene Santos – Maratona

Alana Maldonado – Judô paralímpico

Thiego Marques – Judô paralímpico

Thiago Paulino – Atletismo paralímpico

Milena Titoneli – Taekwondo

Gabriela Chibana – Judô

Fernando Aranha – Triatlo paralímpico

Para rever a apresentação dos novos integrantes do Time Ajinomoto acesse aqui.

Continue lendo
Clique para comentar

You must be logged in to post a comment Login

Deixe uma resposta

Empresa

Empresa opta em usar aspectos divertidos para se posicionar no mercado

Publicado

em

A Dr. Good, empresa no segmento de vitaminas e suplementos em gomas, embutiu em seus produtos um ingrediente especial: o lúdico. A abordagem divertida tem como objetivo mexer com os sentidos de seus consumidores, indo do aspecto visual, que brinca com formas geométricas, até o toque e o sabor, garantindo prazer e uma experiência completa ao cliente.

O toque lúdico nada mais é que um formato de customer experience, que por sua vez une uma totalidade de respostas cognitivas, afetivas, sensoriais e comportamentais do consumidor durante todos os estágios do processo de consumo, incluindo a pré-compra, consumo e pós-compra. Segundo o fundador da hub de soluções estratégicas para marcas, LabOF,  Bruno Bernardo, esses pequenos detalhes fazem toda a diferença na hora que o consumidor vai escolher a sua marca favorita e se fidelizar a ela.

De acordo com a gerente de grupo de produtos da empresa, Paula Prado, todos os detalhes nas linhas de Dr. Good são intencionais e visam oferecer uma melhor experiência ao cliente. “Existe todo um estudo por trás de cada característica nos produtos da Dr. Good. Eles são desenvolvidos de maneira inteligente para oferecerem muito mais que uma funcionalidade, mas para proporcionarem um verdadeiro momento de auto cuidado”, destaca a gerente.

 A atenção nos detalhes é perceptível em toda a gama de produtos da Dr. Good, como na Melatonina, estimulante do sono que possui um formato de lua, ou ainda na linha de multivitamínicos infantis, o qual é possível encontrar formatos geométricos de morango, que se tornam super atrativas na hora do consumo dos pequenos e torna o cuidado com a saúde em quase uma brincadeira. Na versão adulta, o item leva formato, além de morangos, de abacaxis. Outras vitaminas, ainda, ganham forma de estrelas, coração e escudo.

Continue lendo

Empresa

Guaraná Antarctica abraça movimento para inclusão de jogadoras brasileiras no universo dos games

Publicado

em

Se as mulheres seguem brilhando nos gramados reais, no mundo virtual só se for com avatares bem longe da realidade. E para mudar isso, Tamires, Bia Zaneratto, Maria Eduarda, Adriana e Ary Borges entraram em campo com o movimento #BotaElasnoJogo, agora, reforçado por Guaraná Antarctica. Se nenhuma jogadora ainda está presente nos games, chegou a hora de mudar essa situação!

Para reforçar a importância de trazer rostos e nomes verdadeiros para os jogos virtuais, Guaraná Antarctica dá mais um passo dentro do seu compromisso de colaborar para uma maior visibilidade para o futebol feminino. Dessa forma, a marca vai assumir parte do direitos de imagem das atletas que iniciaram #BotaElasnoJogo e trazer iniciativas que vão ajudar a ampliar o movimento.

E como todo time merece grandes reforços, o refrigerante Original do Brasil traz para a conversa a jogadora Formiga e mais atletas renomadas, como Jully Silva (Palmeiras), Maiara Lisboa (Internacional), Juliete (Corinthians), Nicole Ramos (Atlético Mineiro), Gisele e Maria Eduarda (Flamengo) e Fabiana Guedes (Santos). A iniciativa também envolve quem mais entende o universo gamer e, dessa forma, as streamers não podiam ficar fora: Wendell Lira, Carol Docha, Marielle Mariano e Stephanie Santos também entram com tudo para apoiar o movimento com tutoriais para criar avatares personalizado das jogadoras brasileiras, dando um jeitinho de colocar elas no game e, não só no futebol, mas também nos maiores jogos do mundo.

“Ver que nenhuma jogadora brasileira pode ser encontrada nos games, é um reflexo dessa falta de representatividade do esporte. Queremos que as pessoas possam encontrar suas jogadoras preferidas nos jogos. E o #BotaElasnoJogo não para por aqui. Vamos seguir com iniciativas para fazer esse movimento crescer ainda mais”, conta Giuliana Cittadino, gerente de marketing de Guaraná Antarctica.

Continue lendo