Conecte-se com a LIVE MARKETING

Empresa

Yellow chega às ruas da cidade de São Paulo

Publicado

em

O primeiro serviço de bicicletas compartilhadas sem estações do Brasil inicia com 500 bikes em operação piloto que será expandida gradualmente em parceria com a Prefeitura de São Paulo

A Yellow, empresa brasileira de soluções de mobilidade urbana individual, anuncia hoje a disponibilidade do serviço para a população da cidade de São Paulo. Pioneira no Brasil em atuar com o inovador sistema de bicicletas soltas com redistribuição livre e liberadas por aplicativo de celular, a Yellow chega hoje às ruas da cidade com 500 bicicletas em projeto piloto que será expandido gradualmente em parceria com a Secretaria Municipal de Mobilidade e Transportes da Prefeitura de São Paulo.

Após a fase inicial, para observar comportamentos e adquirir aprendizados para melhor organização da cidade, a expansão prevê 20 mil bicicletas na capital paulista ainda em 2018 e até 100 mil em 2019, incluindo regiões periféricas, outras cidades do Brasil e outros veículos, como patinetes.

A Yellow inicia a operação piloto no centro expandido de São Paulo, nas regiões da Faria Lima e Vila Olímpia, onde servirá a uma população flutuante inicial de aproximadamente 1,5 milhão de pessoas, que se desloca diariamente por meio de diferentes tipos de transporte. O intuito é que a Yellow seja a opção complementar para otimizar os deslocamentos diários e integrar diferentes modais, sendo alternativa de transporte principalmente para as chamadas “primeira e última milha” das viagens urbanas. Além disso, o custo acessível da Yellow – R$ 1 real a cada 15 minutos – permitirá que a bicicleta possa ser considerada como solução efetiva de integração ao transporte cotidiano e de lazer na cidade.

“Estimamos que para cobrir a demanda da cidade de São Paulo com bicicletas como alternativa de transporte são necessárias 120 mil bicicletas. Nosso plano é chegar a 100 mil já em 2019.” afirma Eduardo Musa, CEO e cofundador.

Impacto positivo na cidade

Para garantir a melhor experiência do cidadão, preservar o ambiente urbano, apoiar boas práticas do usuário e respeitar toda a sociedade, a Yellow inicia a operação com iniciativas de manutenção, organização do espaço físico e incentivo ao uso responsável. Uma das maiores equipes de rua do mundo para apoiar a população, os 70 ‘Guardiões Yellow’ circularão todos os dias da semana para mapear bicicletas, organizá-las, redistribuí-las estrategicamente e retirá-las para manutenção quando necessário, contribuindo, assim, para a melhor distribuição e posicionamento das bicicletas pela cidade, além de apoiar os usuários e garantir as boas práticas.

“O propósito da Yellow é o impacto positivo na cidade ao revolucionar a mobilidade urbana que conhecemos. Assim, chegamos a São Paulo de forma gradual e responsável, em conformidade com todas as legislações aplicáveis ao negócio, respeitando as normas do Inmetro e Anatel. Como pioneiros no serviço, na escala e no investimento, estamos liderando e financiando iniciativas necessárias para um ambiente seguro, claro e regulamentado para o cidadão.” conclui Eduardo Musa.

Como usar Yellow

As bicicletas Yellow serão distribuídas no centro expandido da capital e ficarão disponíveis para alugar em qualquer lugar da cidade sem precisar estar presa a uma estação. As bicicletas e, em breve, patinetes elétricos, terão rastreamento por GPS, o que vai facilitar o trabalho dos ‘Guardiões Yellow’. Após o uso, o usuário poderá deixar a bike em qualquer lugar que não atrapalhe a circulação de pedestres e veículos e que seja visível para que outras pessoas possam encontrá-la.

5 passos para usar a Yellow:

Baixe o aplicativo da Yellow disponível para Android e IOS.
Encontre uma bicicleta Yellow na cidade.
Coloque créditos de R$ 5, 10, 20 ou 40 reais.
Com o aplicativo, leia o código de barras QR na parte de trás da bike Yellow: o cadeado inteligente abrirá automaticamente.
Ao terminar seu percurso pela ciclofaixa, ciclovia ou pelas ruas da cidade, estacione em qualquer lugar onde seja permitido o estacionamento de veículos e não atrapalhe o fluxo, e tranque o cadeado manualmente.

Continue lendo
Clique para comentar

You must be logged in to post a comment Login

Deixe uma resposta

Empresa

Gêmeos do programa Irmãos à Obra lançam linha de colchão no Brasil

Publicado

em

Em busca de mais conforto e bem-estar para seus clientes, Bed & Design – loja de referência, que combina design, tecnologia, selo de qualidade e mais de 20 anos de expertise de mercado do sono -, fechou uma parceria com Restonic Mattress Corporation do Brasil, para trazer ao mercado a linha de colchões SCOTT Living, assinado pelos irmãos Drew e Jonathan SCOTT, mundialmente conhecidos pelo seu programa “Irmãos à Obra”. A novidade será apresentada nesta terça-feira, dia 26 de outubro, às 18h30h, no átrio do shopping D&D, em São Paulo. O evento seguirá todos os protocolos de segurança e higiene, devido à Covid-19.

Os colchões Scott Living são um reflexo do estilo pessoal dos irmãos Scott, inspirados no que eles amam: casa, família e um compromisso com a qualidade, visando sempre o máximo ao seu usuário, um custo justo, da mesma forma que atuam em seu programa de televisão. A linha conta com seis modelos – Morgan, Habor, York, Ellis Plush, Ellis Médium, Shippable Sleep -, que garantem o equilíbrio ideal entre conforto, sustentação, controle de temperatura e durabilidade.

Feitos artesanalmente, os colchões possuem um sistema de resfriamento triplo na superfície –  fios de polietileno refrescante no tecido, combinado com espuma de gel e espuma AlumiLast® Memory Foam -, que funcionam para afastar o calor do corpo de maneira suave e eficiente durante toda a noite, ajudando a dormir mais e acordar revigorado. A linha Scott Living by Restonic está à venda, com exclusividade, na loja Bed & Design.

“Nossa proposta é justamente oferecer aos consumidores um produto confortável, com design moderno e inovador, ou seja, mostrar o verdadeiro conforto americano, aquele que se adapta perfeitamente à coluna de quem dorme sobre ele, não se mostrando duro e/ou desconfortável”, completa Rogério Coelho, diretor executivo da Restonic Mattress Corporation.

Continue lendo

Empresa

Lu, do Magalu, volta a ser garota-propaganda de campanha da adidas

Publicado

em

A Lu, influenciadora virtual do Magalu, será, pela segunda vez, a garota-propaganda de uma coleção de roupas e calçados feita em colaboração pela adidas e pela marca de moda carioca FARM. A coleção é inspirada no estilo de vida dos amantes de skate e a campanha já está publicada no Instagram. As peças já estão disponíveis na seção Mundo Moda, recém-lançada no superapp do Magalu, e também na Zattini e Netshoes, ambas empresas do grupo Magazine Luiza. Lu tem mais de 28 milhões de seguidores nas redes sociais, o que a coloca como a terceira maior influenciadora virtual do mundo.

“A participação da Lu na campanha da Adidas, pela segunda vez, consolida a parceria com a marca e faz parte da construção da personagem como um importante asset da empresa na categoria de moda”, afirma Pedro Alvim, gerente de marca e redes sociais do Magalu. “Essa parceria com a adidas nos ajuda a pavimentar o caminho que a Lu já vem percorrendo e que vai de encontro com a estratégia de ativação e  construção de novas verticais de produtos dentro do ecossistema Magalu.”

Em dezembro de 2020, a adidas contratou a Lu para fazer a primeira campanha da influencer de uma marca externa ao grupo Magalu. Na ocasião, Lu estreou como estrela da collab adidas <3 FARM, cujos itens foram vendidos por Netshoes e Zattini.

Nas imagens do Instagram do Magalu, Lu apresenta a coleção que traz roupas casuais, em modelos que podem ser usados na academia, por exemplo, e no dia a dia. A collab é composta por camisetas, tops, shorts, leggings, vestidos, casacos e calças, além de três modelos de tênis. O conceito da campanha foi desenvolvido para convidar mulheres a serem livres no esporte e no estilo de vida, exaltando a liberdade de ocupar espaços até então dominados por homens.

Digitalização

No início deste mês, o Magalu, ecossistema para comprar e vender  com mais de 30 milhões de clientes ativos, lançou o “Mundo Moda”, um espaço totalmente reformulado dentro de seu superapp para a venda de roupas, calçados e acessórios. As mudanças vão de melhorias na navegação à expansão da oferta de produtos. São mais de 3,5 milhões de itens, incluindo grandes marcas, produtos de 300 fábricas e de mais de 20 000 sellers de todos os tamanhos espalhados pelo Brasil.

“O marketplace do Magalu garante ao seller de moda um ambiente competitivo leal, sem a presença de produtos falsificados ou vendidos sem nota”, afirma Silvia Machado, diretora-executiva de Moda e Beleza do Magalu. “O mercado brasileiro de moda é essencialmente fragmentado e analógico, o que representa uma grande oportunidade de crescimento para a companhia e se casa perfeitamente com a estratégia de digitalizar o varejo brasileiro.”

A vertical de negócios de moda foi a que mais incorporou sellers ao marketplace do Magalu neste ano. O número de varejistas passou de 8 000 para 21 000. O número de fabricantes, que vendem seus produtos direto ao consumidor, foi de 136 para quase 300. A inclusão da indústria no marketplace da companhia foi potencializada pela Hubsales, startup do grupo que oferece todo suporte de tecnologia para que os fabricantes possam vender digitalmente seus produtos sem desviar de sua atividade principal.

Continue lendo