Conecte-se com a LIVE MARKETING

Eventos

Rock in Rio 2019 anuncia programação da Rock District com shows de grandes nomes da música nacional

Publicado

em

Ballet vai homenagear videoclipes que marcaram gerações. Entre os destaques está Happy, de Pharrell Williams

Sucesso na edição passada, quando fez a sua estreia, a Rock District, bairro da Cidade do Rock que trouxe a Calçada da Fama, inspirada em hollywood, além do Wall of Fame, apresentando as marcas das mãos  de astros que passaram no Palco Mundo, vem com muitas novidades. A organização do Rock in Rio está preparando uma Rock District com muito gingado para todo o público que visitar o festival. É que, durante o evento, a área trará a releitura de clipes emblemáticos da música mundial em coreografias muito leves e descontraídas. O resultado disso? Público dançando sem parar junto com o ballet da Cia. Nós da Dança, composto por 18 bailarinos. No total, serão nove apresentações de canções distintas e muito emblemáticas. Já no palco, artistas consagrados vão apresentar o lado B de suas carreiras. Entre eles, Rogério Flausino e Sideral em uma homenagem ao Cazuza, a pedido dos fãs que foram à loucura na edição passada.

Shows celebram gostos pessoais dos artistas em forma de homenagem

O palco Rock District, que animou o público na última edição do Rock in Rio com apresentações divertidas e bem rock n’ roll, vai trazer grandes nomes da música nacional. Os artistas apresentarão ao público um lado pouco conhecido de suas carreiras: o que eles tocam fora de suas turnês oficiais. Será uma ótima oportunidade para os fãs se aproximarem de seus artistas favoritos e saber mais sobre seus gostos e influências na carreira. A Rock Street Band – formada por André Frateschi, Mauro Berman, Fernando Vidal, Lourenço Monteiro e Gê Fonseca – volta ao Rock in Rio 2019 com repertório de bandas que já passaram pelo festival, além de fazer uma homenagem ao Queen, Led Zeppelin e Raul Seixas.

O palco da Rock District vai receber 11 shows inéditos e apresentações da Rock Street Band, que terá várias entradas ao longo do dia. Estão confirmados para a área apresentações de: Dinho Outro Preto, Rogério Flausino e Sideral, Sioux 66, Deia Cassali, Thiago Fragoso, Kisser Klan, Rollando Stones, Notórios, Movie Over e Tamo aí na atividade –  uma celebração ao Charlie Brown Jr, com os integrantes Marcão, Pinguim e Heitor, apresentando um repertório montado especialmente para a Rock District.

“O público encontrará toda a essência da District nesta edição, mas estamos mais arrojados. O ballet vem com ainda mais versatilidade e pronto para colocar nossos fãs para entrar no clima. Vamos da década de 1980 aos dias de hoje num piscar de olhos. E as atrações que estarão no Palco estão preparando shows descontraídos e que contam um pouco mais sobre seus gostos pessoais”, conta Marisa Menezes, diretora artística do Rock in Rio.

Público será convidado a entrar no clima das músicas e acompanhar coreografias do ballet da Rock District

A versatilidade dos passos ficará por conta da coreógrafa Regina Sauer, que já está ensaiando 18 bailarinos para apresentarem os passos de “Dancing Queen” – clássico do ABBA que marcou uma das cenas do musical “Mamma Mia!”. A canção dará as boas-vindas ao público com balões e boás coloridos. O figurino do cantor e compositor Pharrell Williams no clipe da música “Happy” será a inspiração para mais uma coreografia que promete animar todo o público presente. O visual futurista de Lady Gaga em “Bad Romance” e as coreografias marcantes de Beyoncé em “Single Ladies” vão transmitir ao público o clima dos clipes. Para a coreografia de Bruno Mars em “Uptown Funk”, os bailarinos usarão peças como, por exemplo, blazers, suspensórios e chapéus remetendo às roupas usadas no videoclipe. O rei do pop Michael Jackson não poderia ficar de fora e terá dois videoclipes relembrados na Rock District: “Bad” e “Beat it”. As cores de “Bang Bang”, um feat de Ariana Grande, Nicki Minaj e Jessie J também vão ganhar vida na Rock District. E para fechar as homenagens, um momento especial está sendo desenvolvido: os bailarinos com roupas pretas cobertas por luz neon vão sacudir a rua ao som contagiante de “I gotta felling”, do Black Eyed Peas, conduzindo o público diretamente para outra área do Rock in Rio.

E a homenagem ao mundo da música não para por aí. O chão das estrelas, inspirado em Hollywood, segue nesta edição com grandes nomes da cena musical, assim como o Rock in Rio Wall of Fame, que conta com mãos de celebridades nacionais e internacionais gravadas no concreto como Iron Maiden, Shawn Mendes, Titãs, The Who, Ivete Sangalo entre outros.

Quem passar pela Rock District ainda será surpreendido por outras atrações. Sucesso na edição de 2017, o trio de violinistas Tritony fará apresentações que se destacam pela sonoridade e performance dos diversos estilos musicais, sempre de forma criativa e inovadora. Nesta edição, o grupo, formado apenas por mulheres, chega com novos arranjos e músicas. Quem também estará por lá é o grupo de canto à capela, Voice In, que vai surpreender a todos com o seu talento interpretando músicas pop e medleys originais de arranjos próprios.

O Rock in Rio acontece nos dias 27, 28, 29 de setembro e 03, 04, 05 e 06 de outubro no Cidade do Rock, no Parque Olímpico, na Barra da Tijuca. A venda oficial dos ingressos acontece no dia 11 de abril, a partir das 19h. Para mais informações sobre o maior festival de música e entretenimento do mundo e a compra de ingressos basta acessar www.rockinrio.com.

Até o momento, as atrações já anunciadas para o Rock in Rio 2019 no Palco Mundo são: Iron Maiden, Scorpions, Megadeth, Sepultura, P!nk, Black Eyed Peas, Anitta, Muse, Imagine Dragons, Nickelback, Os Paralamas do Sucesso, Bon Jovi e Drake. No Palco Sunset: Seal e Xenia França, Lulu Santos e Silva, Jessie J, Slayer, Anthrax, Torture Squad e Claustrofobia, que convidam Chuck Billy, Nervosa + convidado, Charlie Puth e King Crimson. Em breve, novos nomes serão anunciados. Já para o Espaço Favela a banda Canto Cego, Tuany Zanini, o pianista Jonathan Ferr, a dupla de funkeiros Cidinho e Doca, Dughettu, Lucas Hawkin e P-tróleo são atrações confirmadas. Em breve, novos nomes serão anunciados.

 

Sobre os artistas: 

Sioux 66

Formada em São Paulo no ano de 2011 e atualmente contando com Igor Godoi (vocal), Yohan Kisser e Bento Mello (guitarras), Fabio Bonnies (baixo) e Gabriel Haddad (bateria), a banda Sioux 66 tem como propósito fazer rock ‘n’ roll colocando em prática a atitude de suas referências que passeiam por diversos estilos do gênero. Tudo isso cantado em alto e bom português.

Rollando Stones

Uma homenagem à maior banda de todos os tempos, The Rolling Stones. Formada por grandes músicos – Kadu Menezes, Fernando Magalhães, Felipe Cambraia, Ronaldo Oest, Emerson Ribber – que atuam ativamente no cenário Pop / Rock brasileiro. No repertório, uma viagem no tempo e na discografia da icônica banda, clássicos como Start Me Up, Brown Sugar e Miss You serão executados para a diversão e satisfação de todos os presentes. Uma homenagem imperdível.

Kisser Clan

Depois da primeira experiência de sucesso e surpreendente na edição passada do festival, o Kisser Clan volta ao palco da Rock District. A banda é um dos projetos paralelos do guitarrista Andreas Kisser (SEPULTURA). Nele, Andreas toca e canta clássicos do rock e heavy metal ao lado de seu filho Yohan Kisser (guitarrista/voz), Amilcar Christófaro (baterista do Torture Squad) e de Gustavo Giglio (baixista).

Notórios

Se você tem mais de 30 anos e não passou a vida morando em Marte, vai se identificar profundamente com o repertório do “NOTÓRIOS”. Músicas que viajaram por ondas de rádio milhões de vezes nas FMs do mundo todo, e que ainda assim, hoje podem ser consideradas lado B. Só que nesse caso, o  lado B dos maiores hits mundiais da música pop. Christopher Cross, Hall and Oates, The Pretenders, Doobie Brothers, Gino Vanelli, Rick Astley, Fine Young Cannibals e muitos outros nomes que emplacaram massivos hits mundiais estão no repertório da banda, composta por quatro músicos atuantes no cenário da música carioca, que juntos já tocaram com vários artistas do mainstream brasileiro.

Move Over

A banda Move Over, liderada pela ruiva Dri Santana, que ficou nacionalmente conhecida pelos programas SuperStar (2014) e The Voice Brasil (2018), da TV Globo, chega com grande honra ao palco da Rock District com um show incrível e de muita personalidade intitulado Ladies in Rock. No repertório, músicas de cantoras de grande expressão mundial como: Amy Winehouse, Adele, Lady Gaga, Rita Lee, Elis Regina, Alanis Morissette, Joan Jett, Duffy, Katy Perry e Janis Joplin entre outras, com pegada e identidade totalmente rock and roll, e a voz inconfundível e muito poderosa de Dri Santana, aclamada por importantes nomes da música popular Brasileira.

Deia Cassali

A artista, ex-vocalista da banda Agnela, está preparando um show inédito e muito especial para o dia do metal no Rock In Rio. O repertório traz hits de bandas que fizeram história no mundo do Rock como AC/DC, Nirvana, Iron Maiden, Rage Against The Machine e System Of A Down, entre outras. Com uma presença de palco singular e ousada, Deia traz o público para dentro do show fazendo com que as pessoas interajam de uma forma eletrizante. O show também conta com algumas músicas autorais para que o Rock Nacional se mantenha vivo e renovado.

Flausino e Sideral

Celebrando 34 anos de amor à música, os irmãos mineiros Rogério Flausino e Wilson Sideral se reunem para reverenciar a vida e a obra de um dos seus maiores ídolos, o cantor e poeta CAZUZA. A apresentação da dupla foi sucesso na edição passada e volta para atender um pedido dos fãs. Nascidos em Alfenas, no Sul de Minas, os garotos começaram cedo: Rogerinho aos 13 e Wilsinho aos 10. Apoiados por família musical, integraram sua primeira banda de rock, Contacto Imediato, em 1985, ano da histórica 1ª Edição do Rock in Rio. Com o grupo, ou em dupla, se jogaram “na noite”, se apresentando em bares, festas e clubes da cidade e região. Em 1993, mudaram-se para a capital, Belo Horizonte, de onde traçaram os rumos de suas carreiras: Rogério Flausino, ao lado da banda Jota Quest, uma das mais queridas do país; e Wilson Sideral, em carreira solo, como cantor, compositor, guitarrista e produtor musical.

Thiago Fragoso

Thiago Fragoso é um artista completo. Além de atuar em grandes produções da televisão, cinema e teatro, seu talento também é reconhecido no cenário musical brasileiro. Esteve à frente de uma banda durante cinco anos e após esse período ingressou no fértil mercado brasileiro de musicais. O fato é que a paixão pela música só aumentou nesse período e, com ela, a vontade de gravar seu primeiro disco solo com composições próprias do artista. Após sua participação no programa da TV Globo “PopStar”, começou a investir no projeto do disco com previsão de lançamento para março de 2019. Simultaneamente a formatação desse novo projeto surge o convite para participar da Rock District no Rock in Rio, o festival em que o artista sempre se faz presente na plateia e agora estará no palco. Thiago Fragoso é um artista inquieto e compreende que as diferentes manifestações artísticas enriquecem seu discurso estético.

Dinho Ouro Preto

Dinho Ouro Preto é um músico brasileiro e vocalista da banda Capital Inicial. Para o artista, tocar no palco mundo do Rock in Rio é um privilégio, além de experiência de alta intensidade. Porém, na Rock District acontece um evento igualmente singular. O calor humano, a capacidade de poder dar a mão ao público, poder olhar no olho de todos, amplifica a eletricidade e a adrenalina na troca entre os músicos e a plateia. Para a edição de 2019, o artista fará uma apresentação inteira em tributo ao punk rock, que promete ser explosiva. Ramones, Sex Pistols, Green, Day e The Clash, entre outros, estão no set list de Dinho Ouro Preto.

Tamo Aí na Atividade – Celebração ao Charlie Brown Jr

O Charlie Brown Jr, mesmo após o encerramento de suas atividades em 2013 segue sendo, tanto no coração do público, quanto nos números e marcas impressionantes nos dias de hoje, um dos maiores ícones da música e da cultura pop contemporânea brasileira, por meio da figura ímpar e eternizada do poeta Chorão. E são com esses valores atrelados à música, skate e cultura de rua que nasceu em 2014, o Tamo Aí na Atividade – Celebração ao Charlie Brown JR, projeto que surgiu do desejo de manter o legado de Chorão, Champignon e da história da banda mais forte do que nunca.  Idealizado por Alexandre Abrão, filho de Chorão, a apresentação vem com a missão de reforçar os valores que esses heróis da música brasileira pregaram ao longo da carreira e apresentá-los aos jovens de hoje que não tiveram a oportunidade de vivenciar a experiência que é um show do Charlie Brown Jr.

Continue lendo
Clique para comentar

You must be logged in to post a comment Login

Deixe uma resposta

Eventos

Museu da imaginação apresenta oficinas de arte on-line

Publicado

em

Que tal um programa on-line onde as crianças podem brincar e aprender ao mesmo tempo? O Museu da Imaginação segue sua programação de oficinas on-line e neste sábado (24/04), a mergulha na arte abstrata de Piet Mondrian.

Além de aprender sobre o movimento artístico, as crianças desenvolverão uma obra de arte a partir de propostas inspiradas nos quadros do artista. A lista de materiais é enviada por e-mail e os materiais são simples: a ideia é produzir arte com o que você possui em casa, e o melhor de tudo é que as crianças conseguem desenvolver as atividades sozinhas, sem intervenção dos pais.

Piet Mondrian teve um percurso interessante: influenciado pelas obras do Van Gogh, começou a pintar quadros com coisas figuras em suas formas reais: uma árvore, uma ponte, etc. Conforme foi ficando mais velho, sua obra foi ficando cada vez mais abstrata, seguindo alguns conceitos bem particulares. Como isso aconteceu? Como foi esse processo? Nessa aula, falaremos um pouco sobre isso e sobre sua relação com as cores e formas, coisa que o deixou muito famoso!

A oficina acontece via Google Meets, tem duração de 1 hora com duas possibilidades de horário: uma sessão acontecerá as 11h e outra as 15h. A venda está disponível até as 17h do dia 23/4 para compra no site do Museu da Imaginação!

O Museu agora pode estar na sua casa!

O Museu da Imaginação agora na sua casa! Foram elaboradas uma atividade online, onde os educadores apresentam às crianças um assunto artístico e desenvolvem uma oficina com matérias simples, que todos tem em casa, desenvolvendo a imaginação, criatividade e coordenação motora.

Essas oficinas online foram desenvolvidas para que as crianças mergulhem no mundo da arte com muita imaginação e através de brincadeiras e diversão. As oficinas compreendem, além da confecção de objetos, uma reflexão sobre a produção artística da criança e o aprimoramento do pensamento criativo, tão importante para o desenvolvimento infantil.
Serviço:

MUSEU DA IMAGINAÇÃO

Ingressos para as oficinas disponíveis via whattsapp ou neste link .

WhattsApp.: (11) 94539-7638

@museudaimaginacao

Continue lendo

Eventos

BIG Festival estima movimentar US$50 milhões em 2021

Publicado

em

O BIG Festival,  festival e hub de negócios de games, apoiado pelo Brazil Games, o programa de exportação criado pela Associação Brasileira de Desenvolvedores de Jogos Digitais, ABRAGAMES, em parceria com a Apex-Brasil, a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos, anunciou  que já tem 290 empresas inscritas para suas rodadas de negócios.
A plataforma, exclusiva do BIG Festival, conecta empresas com perfis complementares para reuniões de negócios. Ao longo de suas oito edições, o BIG Business Meetings já contou com a participação de mais de 2100 empresas e movimentou mais de US$200 milhões.

“O BIG Festival está presente em todas as frentes de negócios em games. Além de promover investimentos, nossos encontros estimulam a compra de jogos da região e até a compra de estúdios”, afirma Eliana Russi, Gerente Executiva do Projeto Brazil Games, “Para esse ano, estimamos movimentar em torno de US$50 milhões, um número expressivo para um ano como 2021 e para uma fase como esta que ainda vivemos no Brasil”, continua.
As reuniões de negócios do BIG Business Meetings colocam empresas desenvolvedoras brasileiras à frente de grandes publishers, como Sony, Microsoft, Nintendo e Epic Games, e em 2021 não será diferente. Destas oportunidades, surgiram diversos cases de sucesso ao longo da história do evento.

Um dos exemplos de negócios gerados no BIG é o jogo Kaze and the Wild Masks, finalista na categoria de Melhor Jogo Brasileiro nesta edição. “O BIG Festival é um dos eventos de jogos mais relevantes do Brasil, e, para nós, o mais importante do qual participamos nestes últimos seis anos de desenvolvimento. Em 2019 tivemos a oportunidade de expor o nosso jogo e ver milhares de jogadores testando o Kaze”, afirma Paulo Bohrer, co-fundador da PixelHive, compositor e sound designer no Kaze and the Wild Masks.

“Além disso, a rede de contatos que fizemos no BIG foi importantíssima para o jogo, pois foi naquele mesmo ano que iniciamos as negociações com a nossa publisher internacional, SOEDESCO; um grande passo que estávamos buscando e que possibilitou o lançamento do Kaze para as diversas plataformas nas quais ele está disponível hoje”, continua Paulo.

Com mais de 60 horas de programação online e gratuita, o BIG oferece palestras de diversos temas do universo dos games, mas para quem está buscando fazer negócios no evento, há alguns destaques:

Como preparar seu estúdio para receber investimentos
Cassia Curran, especialista em investimentos e apoio a estúdios indies por meio do WINGS Fund, discute, ao lado de Rebecca Owen, da Digital Development Management, o que um estúdio deve considerar ao se preparar para receber investimento ou para uma fusão.
Quando: 5 de maio (quarta-feira), das 12h30 às 13h00.

Humble Bundle: Black Game Developer Fund
Nesse papo, Justin Woodward, Co-fundador do The Mix, falará sobre o Black Game Developer Fund, um programa anual de US﹩ 1 milhão que visa apoiar os desenvolvedores de jogos negros, ajudando-os a publicar jogos com financiamento, produção e suporte de marketing por meio da publisher Humble Games, da Humble Bundle.
Quando: 5 de maio (quarta-feira), das 17h30 às 18h00.

Financiamento indie: conheça a Kowloon Nights
Anlu Liu, Content Manager do Kowloon Nights, Mark Venturelli, CEO e Diretor Criativo da Rogue Snail, uma das empresas investidas pelo fundo, e Astrid Refstrup, CEO e Co-founder da Triple Topping Games, vão bater um papo sobre o Kowloon Nights e financiamento indie. Conhecido como um fundo de investimento especializado em games que já adicionou mais de 40 títulos em seu portfólio, o Kowloon Nights tem mais de US﹩100 milhões em custódia para financiar jogos independentes.
Quando: 7 de maio (sexta-feira), das 11h30 às 12h00.

A programação completa do BIG Festival, com mais de 60 horas de conteúdo online e gratuito, contará ainda com grandes nomes do mercado de games como Ubisoft, BioWare e NetEase e será divulgada em breve.

O BIG Festival 2021 acontece entre os dias 3 e 9 de maio e todo o conteúdo do festival será disponibilizado de forma virtual e gratuita, com exceção das rodadas de negócios, voltadas a desenvolvedores, compradores, publishers e investidores internacionais e nacionais.
Continue lendo