Conecte-se com a LIVE MARKETING

Universo Live

Pesquisa revela evolução do Trade Marketing no Brasil

Publicado

em

Levantamento apresentado pela Associação de Marketing Promocional entrevistou varejistas, indústria e agências especializadas

 

A AMPRO – Associação de Marketing Promocional, acaba de divulgar o resultado da pesquisa “O que as agências, a indústria e o varejo pensam sobre o Trade Marketing?”, em parceria com a Omelete Consultoria, um levantamento qualitativo que traz uma visão dos varejistas, da indústria e das agências especializadas sobre a importância do trade marketing em todo o processo, desde o planejamento, até os resultados no ponto de venda.

Foram entrevistados profissionais de redes varejistas em diversos segmentos de atuação – Pets, Eletroeletrônicos, Home Center, Hiper e Distribuidores; profissionais da indústria, representantes dos segmentos de Eletroeletrônicos, Telecom, Construção Civil, Têxtil/Moda/Calçados, Alimentos e Bebidas, Farmacêutico, Higiene e Perfumaria e Limpeza; e profissionais de agências com foco em Trade Marketing com atuação nacional e regional.

Os resultados demonstraram a evolução do Trade Marketing nos últimos anos, bem como a relevância dentro das empresas: 99% dos representantes da indústria citaram que o trade tem mais importância hoje do que há 5 anos. Para eles, o desafio diário combina a necessidade de conhecer o comportamento dos shoppers, entender as peculiaridades dos canais de vendas, aprender sobre vendas online e implementar e testar estratégias novas com extrema agilidade.

Indústria e agências

O grau de satisfação com as agências especializadas é alto para 66% dos entrevistados da indústria. Muitos declaram que preferem permanecer com um parceiro pela segurança de entrega, mas ainda há diversas oportunidades para demonstrar melhor entrega. A maioria dos entrevistados – 82% – demonstrou alto grau de confiança nas agências que os atendem.

Na escolha de novos parceiros, os critérios mais relevantes para a decisão são solidez e saúde financeira (com 100% das respostas), capacidade e entrega de resultados (100%), tempo de resposta e reposição de equipe (91%), tecnologia para a gestão (91%) e inteligência (86%). Os demais critérios votados foram capilaridade, presença nacional e conhecimento do negócio do cliente.

As agências especializadas também estão sendo mais vistas pela indústria por sua entrega estratégica, além da parte tática. Uma agência de trade ser mais estratégica significa, para a indústria, gerar insights e planos de ação com base nos dados que já são coletados atualmente. 89% consideram que há levantamento de dados no campo, mas os dados não são usados como poderiam.

Transformações e oportunidades

O Trade está se transformando e ganhando mais relevância a cada dia, em vista da importância dos canais mudando em alta velocidade, das verbas otimizadas e do papel do promotor no PDV. Diante destes detalhes, a indústria prevê algumas oportunidades para as agências: maior proatividade, inovar, aprender com a concorrência e com o mercado e tirar mais conclusões e sugestões dos dados já disponíveis.

A tecnologia no PDV, para a indústria, é um tema inevitável. Já sobre o papel dos promotores, 71% trabalha com equipe exclusiva para sua marca e 29% com equipe compartilhada, embora não haja um consenso sobre qual é o modelo ideal.

O futuro no trade, na opinião da indústria, são as compras utilizando a multicanalidade; o uso incessante do mobile (inclusive dentro do PDV); e um território desconhecido, em vista da velocidade de transformação dos hábitos de compra. “As empresas estão passando por transformações digitais e a percepção geral é que o trade precisa se adaptar, rapidamente, a este novo comportamento de compra”, afirma o diretor do Comitê de Trade Marketing da AMPRO, Sergio Alves.

Trade e o varejo

Assim como na indústria, o trade tem conquistado espaço no varejo. A maioria das varejistas entrevistadas (71%) possuem área de trade marketing e equipe dedicada.

O trabalho em conjunto com a indústria também tem acontecido. Para os varejistas, trabalhar estratégias conjuntas é fundamental, e isso tem começado a acontecer com um pouco mais de frequência.

Os varejistas têm solicitado mais informação, treinamentos e troca de experiências com a indústria. O varejo tem estruturado planos e levado à indústria baseados em seu conhecimento sobre o que pode funcionar com maior efetividade no espaço físico e com ações para buscar mais resultados de sell out, diferente do que ocorria antes, quando aguardavam o plano chegar.

Entender a dinâmica de compra em diversos canais (omnichannel) também é um desafio diário do varejo, assim como a constatação de que é essencial a agilidade na implementação de estratégias.

83% dos representantes do varejo entendem ser muito importante ter promotores o ponto de venda. “É ele quem promove a real experiência de compra ao shopper, dá suporte, tira dúvidas do cliente, abastece, repõe e organiza produtos e faz o impulsionamento final junto ao shopper. E com a capacitação adequada, contribuem muito gerando resultados para a indústria e para os varejistas”, complementa Sergio Alves.

Para os entrevistados, os maiores benefícios no trabalho com promotores são: ter suporte para que os produtos estejam em ordem, materiais bem expostos, produtos limpos; e impulsionar a venda dos produtos, dando informações e apresentando os produtos ao cliente.

Para todos os respondentes, a tecnologia é um assunto atual e investir em estrutura para a geração de informações é necessário. 71% consideram que o que possuem hoje, em termos de tecnologia, ainda é aquém do que precisam. No entanto, o cenário é otimista. Para a maioria, a tecnologia é usada para coletar dados e informações do que acontece no ponto de venda mas há oportunidades para a transformação de dados em planos de ação.

57% dos entrevistados buscam suas maiores referências no movimento de seus concorrentes diretos e em outros segmentos de varejo. A busca é maior por algo tangível e de curto prazo. O olhar para os movimentos do exterior ficam em segundo plano.

Trade e as agências

As agências especializadas enxergam-se como parceiros mais táticos, focados na operação, com uma enorme entrega invisível que vai desde conhecimento de legislação e preparação de documentos de contratação de mão de obra até a experiência sobre o que funciona ou não em cada tipo de canal. Avaliam-se como grandes parceiros da indústria, com liberdade para dividir sugestões no dia-a-dia da operação, roteirizar as ações e participar ativamente da maioria das tomadas de decisão.

Embora 60% dos entrevistados considerem seu trabalho mais tático, 100% dos representantes de agências gostariam de participar mais ativamente da estratégia junto a seus clientes e sentem-se aptos a isto.

Para o futuro do trade, o entendimento é que é necessário entender rapidamente e com profundidade o comportamento do digital. E o futuro do promotor permanece, já que ele segue sendo fundamental para organizar produtos, informar clientes e alavancar a decisão final do shopper no PDV.

A conclusão é que a indústria quer parceiros mais estratégicos e, sobretudo, proativos. O varejo quer trocar mais informações com a indústria e atuar com mais proximidade. Já as agências querem participar mais da estratégia para contribuir melhor.

Os resultados foram apresentados durante o AMPRO Live Talks, que reuniu varejistas, representantes da indústria e de agências especializadas no último dia 17 de outubro, em São Paulo. O encontro teve ainda palestras com a participação de Simone Terra, especialista nas áreas Comercial, Trade Marketing e Shopper Marketing, e da diretora executiva do IBEVAR – Instituto Brasileiro de Executivos de Varejo e Mercado de Consumo, Patrícia Cotti.

A Associação de Marketing Promocional é a única que desenvolve nacionalmente a teoria e a prática do setor de Live Marketing de forma ampla. Com sede em São Paulo, completa 25 anos em 2018 e possui cerca de 300 empresas associadas, com representação em várias regiões (sul, sudeste, centro-oeste e norte/nordeste). www.ampro.com.br

Continue lendo
Clique para comentar

You must be logged in to post a comment Login

Deixe uma resposta

Universo Live

konecte.me aproxima profissionais a vagas de trabalho

Publicado

em

Após mais de 1 ano de pesquisas, análises e entendimentos sobre os impactos cruéis da pandemia sobre o mercado de trabalho nas áreas de marketing, comunicação e mídia, os empresários Celio Ashcar Jr. (aktuellmix) e Piero Matarazzo (Grupo Armazém) criaram a konecte.me.

Desde o seu início, em março de 2020, a crise sanitária provocada pelo novo Coronavírus trouxe um impacto sem precedentes aos mercados de marketing, comunicação e mídia. Segundo o último relatório do FMI, o desemprego no Brasil deve subir 14,5% este ano. As agências de publicidade, por exemplo, tiveram em média 75% de queda de receita e 39% delas precisaram reduzir seus quadros no ano passado. Os números são do mais recente estudo VanPro, realizado pelo Sinapro (Sindicato das Agências de Propaganda) e Fenapro (Federação Nacional das Agências de Propaganda). Outro dado relevante é da AMPRO (Associação de Marketing Promocional), que apontou adiamentos e também cancelamento parcial de atividades para 70,3% do mercado de live marketing.

Neste cenário, com empresas desacelerando investimentos e outras fechando ou diminuindo postos de trabalho, inúmeros profissionais e empresas encontram grande dificuldade na busca por vagas e contratações. “Eu tenho mais de 25 anos no mercado de comunicação e nunca vi uma crise como esta. É muito triste este momento que estamos vivendo.  A konecte.me veio para conectar e aproximar profissionais e vagas. Temos que gerar empregos e oportunidades para todos de forma rápida para que possamos acelerar o crescimento econômico.”, afirma Celio Ashcar Jr., co-founder & partner da plataforma.

Dentro do ecossistema de comunicação, marketing e mídia, a plataforma pretende aproximar os jobs a uma extensa gama de profissionais em áreas como criação, atendimento, mídia, planejamento, marketing, relações públicas, ponto de venda, digital, produção, tecnologia além de postos em áreas de backoffice como administrativo, finanças e recursos humanos ou de funções de gestão no board.

Além de conectar pessoas e empresas, a plataforma terá uma área de conteúdos exclusivos, com artigos escritos por renomados profissionais de diversos mercados gerando reflexões e aprendizados relevantes sobre o cenário atual. Neste mês de lançamento, teremos nomes como Daniela Cachich (CMO Latam Pepsico), Edu Lyra (CEO Gerando Falcões), Regina Augusto ( jornalista e professora da Miami ad School), Ricardo Natale (CEO Experience Club) entre outros.

Inclusão e Diversidade no DNA

A plataforma ainda tem parceria com a rede Gerando Falcões, presidida por Edu Lyra. O elo foi criado para que as empresas tenham acesso a profissionais das comunidades em que a Gerando Falcões atua e tenha mais uma opção para ampliar a diversidade de seus quadros. “Neste momento tão difícil que estamos vivendo é essencial darmos oportunidades também para pessoas com menos acesso e chances de trabalho. Queremos que, por meio da konecte.me, as empresas e agências conheçam mais o projeto de empregabilidade da rede Gerando Falcões com as comunidades mais sensíveis.”, ressalta Piero Matarazzo, co-founder & partner da plataforma.

Por fim, a konecte.me também apoia o Movimento Panela Cheia #panelacheiasalva da CUFA, Gerando Falcões, Frente Nacional Antirracista, com o apoio do União SP e cooperação da Unesco. No momento de realizar o pagamento da assinatura na plataforma, o usuário vai poder doar R$ 1,00 ao Panela Cheia. E cada R$ 1,00 doado, a konecte.me doa mais R$ 1,00.

Continue lendo

Universo Live

Agência MoodCom promove live com a dupla Zé Neto e Cristiano patrocinada pela Cachaça 51

Publicado

em

No dia 24 de abril, a Cachaça 51 patrocinou uma live exclusiva da dupla Zé Neto e Cristiano – Dia do Churrasco, sucesso entre o público em todo o país.
O evento foi realizado na fazendo Ruiz Coffees, em Macedônia – interior do estado de São Paulo. A cenografia – idealizada e produzida pela agência Moodcom – foi um show à parte: bar, iluminação, palco e ambientação refletiram o empenho e alegria da equipe que esteve por trás, destinada a levar animação ao público.
O bar cenográfico contou com exposição de um cardápio dos produtos 51! As promotoras montaram drinks, como caipirinha, além de expor as outras bebidas da marca.
A estrutura preparada para o evento mostrou que a dupla não estava para brincadeira, as bebidas estavam expostas no palco principal e nas adjacências. Até aonde os olhos conseguissem alcançar havia expositores, churrasqueiras, bebidas, tudo isso envolto em muita música sertaneja de qualidade.
Além de músicas autorais, a dupla cantou vários sucessos das últimas décadas, interpretando canções de parceiros de carreira como Jorge e Mateus, Bruno e Marrone e Gusttavo Lima, totalizando quase 5 horas de live – que já conta com mais de 4 milhões de visualizações no canal oficial dos cantores no Youtube.
A cereja do bolo ficou por conta da participação da dupla João Bosco e Vinícius, que cantou com Zé Neto e Cristiano sucessos como “Falando sério” e “Another brick on the wall”; e da presença de Jacques Vanier, sucesso nas redes sociais.
A cenografia do evento foi desenhada e produzida pela Agência MoodCom, e contou com todos os cuidados de higienização e distanciamento entre as pessoas, desde a utilização de máscaras personalizadas até totens de álcool em gel instalados na área do evento para que os artistas e promotores higienizassem suas mãos antes de suas ações. A MoodCom é uma boutique de live marketing que veio para resgatar conceitos esquecidos pelo mercado. A agência traz como principal pilar o atendimento diferenciado para cada cliente, entendendo de perto cada necessidade para entregar então a solução ideal com foco no resultado.
Continue lendo