Black Friday 2017 da Netshoes vê predominância Mobile, com 65% das visitas

30 de novembro de 2017
Compartilhar:

A shoestock, loja do grupo varejista que oferece experiência omnichannel, registrou 79% de representatividade mobile

Empresa alcançou crescimento de dois dígitos no número de pedidos, com pico de mais de 100 mil pedidos em um dia do final de semana da Black Friday

A Netshoes, e-commerce controlador das lojas Netshoes, Zattini e shoestock, apresentou forte crescimento via dispositivos móveis durante a Black Friday 2017. Durante a data promocional – que, além da sexta-feira, foi estendida pelo sábado e domingo –, 65% das visitas ao e-commerce de artigos esportivos Netshoes foram realizadas via dispositivos móveis ante 50% na Black Friday de 2016. A empresa também registrou maioria das visitas vindas de smartphones e tablets na Zattini, loja em que 56% das visitas foram de origem mobile, um crescimento de 6 pontos percentuais na comparação com o ano anterior. Já no e-commerce da shoestock, essa representatividade alcançou o maior índice: 79%, consolidando uma forte tendência de migração do consumidor para o mobile em virtude da maior comodidade que o canal oferece.

Os aplicativos da Netshoes e Zattini também aumentaram sua representatividade na Black Friday. O app da Netshoes passou de 16% para 25% do número total de visitas, enquanto as visitas via aplicativo da Zattini cresceram de 11% para 15%.

“Realizamos investimentos constantes na experiência do cliente, principalmente de olho nesse crescimento mobile, por exemplo com o projeto Navegue Grátis, que disponibiliza a navegação dentro dos nossos aplicativos sem o consumo do plano de dados. Com o consumidor cada vez mais empoderado e sabedores do seu protagonismo, os dispositivos móveis ganham força numa data promocional tão importante como a Black Friday até como um meio de acompanhar de perto as melhores promoções. A Netshoes acredita fortemente que os investimentos em mobilidade são um dos nossos diferenciais na entrega de uma boa jornada de compra”, explica Gabriela Garcia, CBTO (Chief Business Transformation Officer) da Netshoes.

 

Crescimento no número de pedidos

Durante a Black Friday, a Netshoes registrou um crescimento de dois dígitos no número de pedidos na comparação com o mesmo período no ano de 2016. Em dias normais, a empresa despacha uma média de 35 mil pedidos, número que, durante o final de semana da Black Friday, teve pico de mais de 100 mil pedidos num único dia. “Esses números apontam o amadurecimento do mercado com esta data e refletem também toda a preparação da companhia, que já há quatro anos realiza um mês inteiro de ações promocionais a partir da criação do Black November. Na Netshoes, o final de uma Black Friday já é o início do planejamento do próximo Black November, com o objetivo de a cada edição levarmos uma experiência ainda mais encantadora”, destaca Gabriela.

 

Raio-X do público Netshoes

Sobre o perfil de cliente de cada uma das marcas durante a Black Friday, a Netshoes concentrou majoritariamente consumidores com uma faixa etária de 25 a 35 anos na loja online de artigos esportivos. Clientes de até 25 anos, contudo, se mostram cada vez mais afeitos às compras online de artigos esportivos e saltaram de cresceram 4 pontos percentuais em relação à edição passada.

Já a Zattini tem uma representativa parcela de seu público consumidor na faixa etária de 25 a 35 anos, enquanto a shoestock é preferida majoritariamente pelo público entre 45 e 55 anos. Além disso, a participação feminina nos números dessa Black Friday para a Netshoes e Zattini cresceu dois pontos percentuais, enquanto as vendas da shoestock foram dominadas pelo público feminino, superando os 90%.

 

Recordes nas primeiras horas

Apenas durante as dez primeiras horas da Black Friday (entre meia-noite e 10h da manhã de sexta-feira) a Netshoes (loja Netshoes, Zattini e shoestock) divulgou que mais de 40 mil pedidos já haviam sido computados, recorde histórico da empresa, com média de mais de 4 mil pedidos por hora neste intervalo de tempo.

O grupo varejista registrou também que a maioria dos clientes concluiu os pedidos nas primeiras horas da Black Friday, entre meia-noite e 3h da manhã. Nesse mesmo período houve um pico de 70% das visitas aos sites do grupo vindo de dispositivos móveis. Confirmando a pontualidade do consumidor da Black Friday, a Netshoes registrou também, entre 00h00 e 00h01, um crescimento de 25% no número de visitantes nos sites da empresa.