As atualizações do WhatsApp e sua finalidade comercial

26 de setembro de 2016
Compartilhar:

No final do mês de agosto os Termos de Uso e a Política de Privacidade do WhatsApp foram atualizados, de forma a implementar alterações necessárias para possibilitar o uso do aplicativo para fins comerciais.

Uma das alterações, que tem por finalidade permitir o refinamento dos anúncios do Facebook, tornando-os mais direcionados, precisos e relevantes de acordo com as preferências de cada um dos usuários, foi a de que, por padrão, os usuários passarão a ter seus dados cadastrais compartilhados com a rede social.

Ademais, a nova Política de Privacidade também trouxe a possibilidade de envio de mensagens comerciais.

Além disso, no tópico as Políticas de Privacidade em que informa sobre o funcionamento das mensagens comerciais, o Facebook faz a ressalva de que tais serviços não devem ser entendidos como spam, pois disponibiliza ferramentas para que cada um dos usuários administre como será feita essa comunicação.

É importante notar que, no entanto, as atualizações feitas até agora apenas cientificam os usuários do WhatsApp sobre as mudanças mencionadas acima e, embora tenha sido criada a previsão para uso da ferramenta para mensagens comerciais e os dados cadastrais tenham passado a ser compartilhados com o Facebook, ainda não foi feita nenhuma autorização expressa que autorize o uso do aplicativo por empresas.

Assim, apesar das mudanças descritas acima, continua vedada a utilização do WhatsApp para a administração de Promoções Comerciais e Campanhas de Incentivo. Ou seja, este ainda não pode ser utilizado como forma de participação ou como ferramenta de comunicação entre os participantes de tais ações e as empresas que as promovem.

No entanto, é importante nos mantermos atualizados sobre as próximas mudanças, pois com as alterações que já foram feitas e, principalmente, com a confirmação do WhatsApp de que ferramentas com a finalidade de intermediar a comunicação entre as marcas e seus consumidores serão testadas nos próximos meses, há a expectativa de que, em breve, o aplicativo passará por novas atualizações que possibilitarão a utilização corporativa da plataforma.

 

papojuridico