Conecte-se com a LIVE MARKETING

Empresa

Kantar revela 3 princípios que valorizam e otimizam a experiência do consumidor

Publicado

em

Em um ambiente cada vez mais competitivo, a experiência do consumidor (CX) tornou-se algo imprescindível para o desempenho do negócio das marcas. De acordo com a RightNow Technologies, 86% dos consumidores dos EUA pagariam mais por uma melhor experiência com as marcas que compram atualmente. “Por isso, aquelas que não reconhecem e respondem à correlação entre CX e a performance dos negócios estão com os seus lucros ameaçados”, alerta Juliana Honda, Diretora da Área de Customer Experience da Divisão de Insights da Kantar.

Segundo a executiva, embora não haja escassez de conversa, debate e liderança de pensamento sendo compartilhados no mundo da CX, o que está em falta é a ação. “A otimização e operacionalização do CX dentro das organizações é amplamente baseada em três princípios simples e fundamentais. Os clientes querem ser conhecidos como indivíduos, para serem ouvidos e valorizados. Isso significa demonstrar que as empresas se preocupam e respondem às informações e aos feedbacks”, comenta.

Confira os três princípios:

1 – Conhecer o cliente: usar o que a marca conhece sobre ele para fornecer o que precisa

As marcas passaram anos colhendo dados e os seus clientes contribuindo cada vez mais com informações valiosas ao longo do tempo. Os consumidores entendem isso e agora esperam que essas informações sejam utilizadas para fornecer um serviço personalizado e relevante com base em suas preferências, compras e eventos de ciclo de vida. Este é um aspecto crítico da construção de relacionamentos que se estende muito além de qualquer missão de marketing.

Além de personalizar as experiências individuais, os dados dos clientes podem ser usados para antecipar e responder às necessidades e preferências gerais. Por exemplo: a Sky Mobile (operadora de celular do Reino Unido) permite que os usuários acumulem os dados não utilizados para o mês seguinte. Isso significa que a marca reconheceu a oportunidade e transformou um potencial inconveniente em um benefício positivo.

2 – Ouvir, aprender e agir com o que o cliente diz

Os clientes querem ter a oportunidade de fornecer feedback quando e como eles decidirem; e esperam que as empresas tomem conhecimento do que está sendo dito. Por isso, as marcas inovadoras e disruptivas muitas vezes oferecem aos seus clientes oportunidades de envolvimento, colaboração e co-criação, o que promove um sentimento tribal e poderoso de pertencimento e propriedade.

Esse aspecto experiencial da construção de relacionamento com a marca está se tornando cada vez mais importante, pois a geração dos millennials expressa consistentemente sua preferência pela experiência ao invés das coisas materiais.

3 – Demonstrar que as empresas valorizam o seu relacionamento com o consumidor

Mais do que as promoções de fidelidade, é importante valorizar e respeitar o tempo e a opinião dos clientes. “Fechar o ciclo” com o consumidor (independentemente de sua satisfação) é universalmente reconhecido como a melhor maneira de manter ou melhorar o desempenho de CX.

Muitas marcas já valorizaram seu CX e sabem o que isso pode significar para elas financeiramente. Reconhecendo que os clientes querem respeito e igualdade de tratamento, algumas marcas agora estão despertando para isso e promovendo benefícios para retenção, não apenas aquisição.

É hora de cumprir promessas

Para Juliana Honda, as empresas não precisam se operacionalizar e incorporar a prática recomendada do CX de uma só vez, como algo vital para elas. “Em vez de abordar tudo de uma vez, recomendamos que as marcas se concentrem no que mais importa, em termos de satisfação do consumidor. Isso permitirá que seja oferecido o “melhor serviço”, aumentando o lucro e a retenção de clientes”, conclui a executiva.

Continue lendo
Clique para comentar

You must be logged in to post a comment Login

Deixe uma resposta

Empresa

Android: Cavalo de Troia brasileiro afeta usuários nos EUA e Espanha

Publicado

em

McAfee, empresa de segurança cibernética, foi a responsável pela descoberta de uma onda de Cavalos de Tróia brasileiros que estão afetando dispositivos com sistema Android. Os malwares em questão, surgiram em 2018 e são chamados de ‘BRATAs‘, ou Brazilian Remote Access Tool Android (Ferramente brasileira de acesso remoto ao Android).

O vírus se apresentam como aplicativos de segurança e alertam ao usuário de que ele precisa atualizar algum software do aparelho, como o Google Chrome ou Whatsapp. Mas, quando são baixados, eles passam a fornecer acesso a todos os dados do celular aos criminosos e até permitem que eles o controlem de maneira remota.

De acordo com a empresa de cibersegurança, esses malwares podem acessar dados financeiros, usados para roubar dinheiro ou identidades, senhas e conseguem até gravar a tela do aparelho. A McAfee ainda confirmou que encontrou ao menos cinco aplicativos do tipo na principal loja de aplicativos do Android, a Play Store.

Android de outros países são afetados

Os aplicativos maliciosos, ainda que tenham surgido no Brasil e estivessem disponíveis apenas em português, agora já se difundiram para outras partes do mundo e tem novos idiomas, como inglês e português.

Na Grã Bretanha, onde quase metade dos aparelhos usados tem sistema Android, os usuários foram alertados sobre a existência e os riscos do Malware. Apesar de a McAfee não ter confirmado se o vírus está circulando pelo Reino Unido, a população britânica, que recentemente sofreu com um roubo de milhões de libras, ficou em alerta.

Como evitar:

  • Verificar a reputação dos aplicativos antes de instalá-los, mesmo que eles estejam na Play Store
  • Não aceitar atualizações feitas por fora da loja oficial de aplicativos do Google
  • Não aceitar sugestões de acessibilidade dos aplicativos, porque pode se tratar de um malware que dá controle total ao dispositivo

 

Matéria publicada no portal de notícias AdNews. Se quiser mais informações sobre o mundo da publicidade e do marketing acesse: https://adnews.com.br/

Continue lendo

Empresa

Globoplay e Deezer lançam parceria inédita no Brasil

Publicado

em

O Globoplay e a Deezer, fecharam uma parceria inédita no Brasil, e a partir desta quinta, 15, os dois serviços podem ser contratados em conjunto. Com o acordo, assinantes de todos os planos do Globoplay, poderão assinar Deezer Premium e usufruir de 12 meses de degustação gratuita.

A experiência mais integrada entre os dois serviços deve apresentar diversas novidades nos próximos meses. Por exemplo, a as páginas de conteúdos do Globoplay irão oferecer links para acessar a trilha sonora de novelas e séries na Deezer, assim como terão áreas exclusivas no streaming de áudio destinadas aos conteúdos Globo.

“No Globoplay, sempre admiramos a Deezer pelo espírito inovador, pela capacidade de organizar comunidades em torno da música e pela execução primorosa de um produto streaming moderno e fácil de usar. É uma honra tê-la agora no nosso selecionado clube de parceiros, oferecendo ainda o incrível benefício de 12 meses de degustação gratuita aos nossos assinantes”, comemora Erick Brêtas, diretor de Produtos e Serviços Digitais da Globo.

Para Marcos Swarowsky, diretor geral da Deezer no Brasil, a parceria vem em um momento estratégico de expansão de mercado. “Ao nos associarmos a uma marca que está tão presente no cotidiano dos brasileiros como a Globo, conseguimos multiplicar a nossa voz para que milhões de pessoas conheçam as vantagens do streaming de áudio, e com isso ajudar a capitanear o crescimento da indústria como um todo.”

“E nada melhor do que unir música e audiovisual para entregar uma experiência completa de entretenimento para os usuários. Com a parceria com o Globoplay, passamos a oferecer o melhor dos dois mundos”, finaliza Marcos.

Parceria também em produções exclusivas

O acordo ainda prevê a produção de podcasts e outros conteúdos originais co-exclusivos entre as plataformas Globo e Deezer. Além disso, a parceria traz para a Deezer oportunidades comerciais especiais na Globo. Como por exemplo, a participação já confirmada da plataforma de áudio global como parceira estratégica do The Voice Brasil 2021.

“É uma alegria ter a Deezer no The Voice Brasil 2021. Um reality show musical e uma plataforma de streaming de áudio são um match perfeito entre conteúdo e marca. Que esta seja a primeira de muitas ações”, pontua Manzar Feres, diretora de Negócios Integrados da Globo.

Como assinar

Para adquirir a Deezer Premium em condições promocionais, é preciso acessar o site exclusivo da parceria e seguir as instruções.

Assinantes do Globoplay poderão contratar o streaming de áudio com 12 meses de degustação gratuita, seguidos por um valor reduzido de mensalidade de R$ 14,90. Para ter direito ao benefício, o usuário precisará manter a assinatura do Globoplay por todo o período. Em caso de cancelamento do Globoplay, o usuário poderá manter a assinatura da Deezer, porém a mensalidade será reajustada automaticamente para o valor atual de mercado, hoje de R$ 16,90. Tanto novos, quanto atuais assinantes do Globoplay são elegíveis à promoção. Contudo, atuais assinantes da Deezer não são elegíveis.

 

Matéria publicada no portal de notícias AdNews. Se quiser mais informações sobre o mundo da publicidade e do marketing acesse: https://adnews.com.br/

Continue lendo