Conecte-se com a LIVE MARKETING

Empresa

Grupo HEINEKEN no Brasil desenvolve experiência imersiva com jovens para estimular mudança na relação com o álcool

Publicado

em

A fase piloto do WeLab by HEINEKEN, em São Paulo, contou com a participação de 27 jovens para testar a metodologia de desenvolvimento socioemocional e empreendedor

Com o objetivo de incentivar uma mudança de comportamento positiva em jovens de 18 a 24 anos em relação ao consumo exagerado de bebidas alcoólicas, o Grupo HEINEKEN no Brasil desenvolveu a experiência WeLab by HEINEKEN. Com uma proposta imersiva voltada ao desenvolvimento de habilidades para o século XXI e diálogo aberto, a fase piloto do projeto convidou os jovens a pensarem sobre como equilibrar a vida e, consequentemente, sua relação com o álcool.

A partir de estudos dos principais gatilhos que levam esta faixa etária a ter um consumo excessivo do álcool, a companhia, em parceria com a consultoria de inovação Maker Brands, responsável pela gestão e execução do projeto, desenvolveu uma metodologia inédita e testada na primeira edição do WeLab by HEINEKEN, em São Paulo capital.

Em linha com o movimento Mais com Menos da companhia, que convida a sociedade a repensar atitudes e fazer mais no dia a dia com menos impactos negativos, a ação faz parte do pilar de consumo responsável, focada na mudança positiva de comportamentos com relação ao consumo de álcool e açúcar.

“A sustentabilidade é um pilar estratégico para o Grupo HEINEKEN e entendemos que ele permeia tanto a nossa atuação de negócio quanto as nossas relações com todos os públicos, incluindo nossos consumidores. Este programa representa um movimento muito importante para nós, que é promover o debate em torno do consumo de bebidas alcoólicas, incentivando atitudes mais equilibradas e que promovam uma mudança positiva de comportamento”, conta Ornella Vilardo, Gerente de Sustentabilidade do Grupo HEINEKEN no Brasil.

O jovem e a bebida alcoólica

Os estudos realizados antes da concepção do programa identificaram que os jovens iniciam o consumo de álcool de forma exagerada logo nos primeiros contatos. A pressão dos amigos é um fenômeno que acompanha este momento, uma vez que a bebida tem relação direta com a aceitação social. Na universidade, por exemplo, a diversão está diretamente associada a beber, se não em todos os dias da semana, ao menos em todos os finais de semana de maneira excessiva.

“A adolescência é um período de instabilidade e transformações físicas e psíquicas, por isso, é importante apoiar os jovens a viver este momento de forma saudável. Isto significa perceber e estimular os sinais de evolução desta fase, como a capacidade de manter estabilidade na vida pessoal, profissional e financeira. No contexto de altos níveis de depressão e ansiedade, a bebida pode assumir um papel perigoso ao se tornar catalisadora de estados emocionais conflituosos, mesmo que, inicialmente, o jovem a consuma buscando o alívio”, explica a Líder de Estratégia da Maker Brands, Carol Romano.

A falta de diálogo aberto com os pais e outros adultos sobre assuntos íntimos – questão levantada pelos próprios jovens – dificulta a sua confiança e perspectiva de futuro. Se por um lado essa geração de jovens é extremamente informada, de outro, ela sente necessidade de entendimento e de validação das ideias apresentadas, além de ajuda para conectar os conteúdos à realidade da vida.

A questão pode se agravar quando a bebida vira um instrumento para justificar atitudes que o jovem quer fazer, mas não tem coragem, como flertar ou mesmo compartilhar algo mais íntimo com um amigo. Diante disso, o WeLab by HEINEKEN aborda esses pontos com a intenção de ampliar as perspectivas dos jovens e, a partir de escolhas menos automáticas e influenciáveis, apoiar a construção de uma relação equilibrada com a vida e, então, com o álcool.

A experiência

Segundo pesquisa da Flacso de 2017, jovens entre 18 e 24 anos respondem por 66% do consumo nocivo esporádico de álcool no Brasil. Para o hebiatra Dr. Paulo César Pinho Ribeiro, Presidente da Academia Mineira de Pediatria, consultado para o desenvolvimento do projeto, 70% dos atendimentos realizados por hebiatras (médicos especialistas em adolescentes) são focados em tratamentos de ansiedade, estresse e depressão. Baseado nesses apontamentos, a experiência proposta tem o objetivo de estimular reflexões e diálogos para ressignificar a relação do jovem com a bebida.

“Nessa fase, queremos mostrar que ter liberdade também é escolher não beber, mesmo que todos estejam bebendo. Se divertir sem beber é também uma opção possível, bem como intercalar doses de álcool e água, por exemplo. A reflexão gira em torno da exploração do livre arbítrio e da expressão mais honesta das vontades, por meio de escolhas pessoais genuínas”, comenta Carol.

A metodologia é focada em promover habilidades socioemocionais e empreendedoras por meio do autoconhecimento e desenvolvimento colaborativo de projetos, com mensuração por meio de análises comportamentais antes, durante e depois do programa, chancelada pela Ipsos.

A abordagem em relação ao álcool é dividida em cinco grandes temas: exercitando a liberdade, autenticidade e autocontrole diante das pressões coletivas (peer pressure), desmistificação de falsas crenças sobre o álcool, percepção dos exageros e adoção de novos hábitos com relação à bebida – como os jovens se enxergavam no início da experiência e o que mudou.

Depois de um início focado em descobertas pessoais, os jovens são convidados a fazer projetos para exercitar suas potencialidades, talentos e propósito. Neste momento, são abordados temas como negritude, a construção da masculinidade na adolescência, autoconhecimento para jovens, motivações e gatilhos para o engajamento em trabalhos voluntários e novas abordagens para uma educação mais dinâmica e engajadora.

Durante essa fase piloto, os participantes contaram com o suporte do WeLabApp, aplicativo que reúne informações e estimula a prática do consumo equilibrado no dia a dia. A ferramenta entrega conhecimento por meio da gamificação, com quizzes, testes de perfil e missões relacionadas a novas atitudes cotidianas. Além disso, os jovens têm acesso a um monitoramento diário do consumo de álcool, podendo visualizar quantas doses e calorias foram ingeridas por dia e o quanto gastaram com bebida durante a experiência.

“Este programa representa o movimento que o Grupo HEINEKEN está construindo de estender a conversa de um consumo equilibrado para a sociedade, começando pelos jovens, além de materializar o nosso movimento Mais com Menos – em que incentivamos mais equilíbrio e menos excesso”, finaliza Ornella. A próxima fase do WeLab by HEINEKEN reunirá jovens de comunidades vulneráveis no Rio de Janeiro. Além disso, os participantes do projeto piloto de São Paulo continuarão sendo monitorados, para avaliação dos impactos causados pelo programa no comportamento de cada um em relação ao consumo de álcool, sensação de bem-estar e perspectiva de futuro.

Para saber mais sobre a iniciativa, acesse: https://welabheineken.com.br/

Continue lendo
Clique para comentar

You must be logged in to post a comment Login

Deixe uma resposta

Empresa

Tour da taça da Copa do Mundo da Fifa promovido pela Coca-Cola inicia viagem global em Dubai

Publicado

em

O Tour da Taça da Copa do Mundo da Fifa promovido pela Coca-Cola começou  com um evento cuja primeira parada é em Dubai, onde os campeões de edições passadas da Fifa World Cup, Iker Casillas e Kaká, se reuniram para levar o troféu original para uma viagem ao redor do mundo antes do torneio que será realizado no final deste ano.

“Enquanto os fãs de futebol em todo o mundo se preparam para apoiar seus times, a Coca-Cola está entusiasmada em oferecer aos fãs a oportunidade de experimentar o troféu antes do torneio”, disse Brad Ross, vice-presidente de Marketing e Parcerias Globais de Esportes e Entretenimento da The Coca-Cola Company. “A verdadeira magia da Copa do Mundo da Fifa existe com os fãs acreditando em seus times e demonstrando sua paixão pelo jogo”.

A partir de hoje, a Coca-Cola convida os fãs para uma oportunidade única na vida de ver o símbolo mais reconhecido no futebol e experimentar a verdadeira magia do maior e mais esperado evento esportivo único do mundo — a Copa do Mundo da Fifa.

O Tour da Taça da Copa do Mundo promovido pela Coca-Cola vai passar por 51 países e territórios, aproximando a Coca-Cola e a entidade do objetivo de visitar cada uma das 211 federações membros da Fifa até 2030. Pela primeira vez, o tour visitará todos os 32 países que se qualificaram para o Copa do Mundo, inspirando torcedores de todo o mundo por meio de de experiências exclusivas.

De meados de outubro até a primeira semana de novembro, o Tour visitará a América Latina. Cinco países estão confirmados para receber o a taça oficial desde então e têm um ingresso direto para a próxima Copa do Mundo: Brasil, Argentina, Uruguai, Equador e México.

Além disso, dois países, Peru e Costa Rica, disputarão um jogo adicional de repescagem, de 13 a 14 de junho, para preencher as vagas restantes e completar, assim, as 32 seleções que disputarão a Copa do Mundo da Fifa Catar 2022. Em caso de vitória, o Tour também visitará esses mercados.

A jornada tem a missão de apoiar o desenvolvimento dos esforços de sustentabilidade em cada local visitado pelo tour. Pela primeira vez, as ativações dos consumidores serão lideradas digitalmente pela Coca-Cola, reduzindo o desperdício em cada parada do tour e minimizando o consumo de água, energia, materiais e outros recursos.

Continue lendo

Empresa

Airfluencers demonstra expectativa positiva para o marketing de influência em 2022

Publicado

em

Martech de marketing de influência e detentora de tecnologias proprietárias, a Airfluencers registrou importantes números de crescimento no primeiro trimestre do ano indo de acordo com a perspectiva positiva do setor para 2022. A empresa brasileira, liderada pelo CEO Rodrigo Soriano, alcançou avanço de 64% no faturamento no Q1, quando comparado ao mesmo período de 2021. A expectativa é que o ritmo se mantenha, fechando o ano com expansão de 60%. Isso se reflete também no quadro de funcionários, que, praticamente, triplicou com um salto de 270% em relação ao período de 2021.

Esse resultado se alinha às expectativas animadoras do mercado, que viu sua evolução atingir patamares elevados também devido ao coronavírus nos últimos anos. Para se ter uma ideia, analistas do ramo estimavam para a área de marketing de influência um valor de mercado de U$ 6,5 bilhões em 2019. Em 2021, este valor alcançou a marca de US$ 13,8 bilhões e, para 2022, a projeção é de acréscimo de 19%, podendo chegar a US$ 16,6 bilhões, segundo relatório The State of Influencer Marketing 2022: Benchmark Report, publicado pela Influencer Marketing Hub.

“O mercado precisou se adaptar às novas necessidades do público que, durante a pandemia, esteve mais conectado do que nunca, elevando também o número de campanhas e engajamento de influenciadores nas redes sociais. Empresas e influenciadores precisaram mudar a forma como lidar com os consumidores e agora, com a retomada da economia, há uma busca ainda maior por plataformas e ferramentas que possam fortalecer pesquisas, insights e campanhas de forma mais assertiva”, comenta Rodrigo Soriano, CEO e fundador da Airfluencers.

Nos últimos anos a empresa se tornou referência no segmento por oferecer plataformas aliadas a tecnologias e inteligência artificial e que têm sido utilizadas em larga escala por grandes clientes como Magalu, XP, Galderma, Coty, Globo, Vivo, entre outros. “Nós nos consideramos uma boutique do marketing de influência por buscarmos estar sempre na vanguarda. Unimos a estratégia com tecnologias proprietárias, muita criatividade, equipe qualificada e mídia, nos tornando pioneiros e completos no mercado”, complementa a Head de Operações da empresa, Marina Calado.

Segundo o relatório da Influencer Marketing Hub, cerca de 75% dos profissionais que trabalham em empresas/marcas pretendem investir uma fatia de seu orçamento em marketing de influenciadores em 2022. A Airfluencers enxerga essa retomada da economia e de setores chaves da economia com bons olhos e oferece diferentes soluções estratégicas para um mercado que planeja aplicar ainda mais no segmento.

Continue lendo