Conecte-se com a LIVE MARKETING

Universo Live

Fórum Eventos reúne cerca de 500 participantes em São Paulo

Publicado

em

Reputação e nova jornada do consumidor estiveram entre os assuntos do segundo dia do encontro

Conteúdo e muito network marcaram a 6ª edição do Fórum Eventos, que reuniu especialistas nacionais e internacionais e um público de quase 500 pessoas, no Centro de Convenções Rebouças, em São Paulo. Foram dois dias de atividades, em 19 painéis, que trouxeram as novidades e tendências da indústria, que está entre as que mais movimenta a economia nacional.

O segundo dia do Fórum iniciou com o painel O que você está fazendo por sua Reputação, com palestras de Philip Sykes, da The British School of Etiquette, e Marilia Duque, da Duke and Dots, moderado por Patrícia Junqueira, da Escola Brasileira de Etiqueta.

“A reputação é tudo, um pequeno erro pode custar o nosso emprego ou algo até mais grave. Podemos trabalhar duramente durante toda a vida, investir energias, levar 20 anos para construir nossa marca, mas levar apenas 5 minutos pra arruinar nossa reputação”, comentou Philip Sykes.

Sykes lembrou que leva apenas de três a seis segundos para fazermos julgamento de alguém que acabamos de conhecer. “Nós somos nossa marca pessoal, temos que investir em nós mesmos, honrar com nossas palavras, destacar-nos pelo que é correto. Etiqueta e bons modos vão muito além dos talheres à mesa, dizem respeito, inclusive, a como você faz com que as pessoas se sintam e o que pode fazer por elas”, enfatizou.

“Reputação é o somatório das nossas ações virtuosas e viciosas”, complementou Marília Duque. Em tempos de redes sociais, a preocupação com a reputação deve ser ainda maior, na opinião de Marília. “As redes têm persistência e buscabilidade, o nosso erro estará conservado e disponível para busca”.

Executivos da Mastercard, da Cabify, da The Group, da Avantgarde e da Omelete Inteligência estiveram juntos no painel Cliente & Agência, mostrando que a nova jornada do consumidor exige um olhar diferenciado.

“Precisamos olhar pessoas como pessoas. O que mais funciona é a empatia, porque nós também somos consumidores”, comentou a sócia-diretora da Omelete, Ana Del Mar. “Temos a premissa de entregar os produtos ou serviços da maneira correta. Falar em jornada, sem isto, não resolve. Mais do que a jornada, o modelo de interação entre as pessoas mudou e a empatia faz muito sentido”, complementou Gouglas Gomes, da The Group. “Tenho que me adequar ao tempo do consumidor, consumir o consumidor pra entregar o que ele está pedindo”, comentou Diego Cabral, da Avantgarde.

Como alavancar seus negócios através das redes foi o assunto do painel apresentado por Marcelo Politi, que compartilhou as estratégias de crescimento sua agência, a Nove Eventos, que faz gestão de centros de convenções. Mergulhar de cabeça no digital, entender as mudanças em marketing e vendas, desenhar o processo comercial e ajustar as ferramentas foram os recursos que garantiram o sucesso de trabalhos, como o feito pela Nove para o Rooftop5, em São Paulo.

“Apenas 10% das pessoas estão interessadas no assunto que levamos e somente 3% estão no momento da compra. Então, vale a pena investir mais tempo e recursos nestes 3%”, indicou. Para a captação desses leads, Politi enfatizou a importância do marketing de conteúdo e de dividir este conteúdo em mensagens “de topo, meio e fundo de funil” (citando as estratégias do funil de vendas, ensinadas no marketing digital). “A sequência é usar uma ferramenta que faça a intersecção do interesse da pessoa com o perfil dela, pra entregar para o seu departamento comercial. Criar um sistema de métricas e metas”, disse.

A experiência do SXSW – South by Southwest, um festival de economia criativa que acontece em Austin, EUA, foi trazida por Danilo Dallacqua, do Banco de Eventos, Sandro Vieira, da Mark Up, e Bruno Maduro, da Avantgarde, que enfatizaram a disponibilidade dos participantes em discutirem inovação, inteligência, tecnologia. “É um lugar onde se busca referência, informação, boas ideais para os nossos negócios. O SXSW é Cannes de bermuda”, comentou Sandro Vieira. “Velocidade e livre acesso à informação foi o que chamou a atenção, a democratização da informação em prol do anseio de todos em mudar as relações para melhor, a curto prazo. O senso de urgência e a colaboração coletiva foram o que mais saltaram aos olhos”, complementou Danilo Dallacqua.

O Fórum Eventos também teve a Formatura CEM, com a nova turma de oito especialistas em Gestão de Feiras e Eventos, certificados pelo IAEE – International Association of Exhibitions and Events, cujo vice-presidente, o norte-americano Scott Craighead expôs sobre a interferência e o impacto das tecnologias emergentes e da tecnologia sem fio 5G nas feiras, na palestra Os Eventos e as Novas Tecnologias.

Na sequência, especialistas de oito agências (Zum Brazil, F/Malta, Bethe B, D.Mattos, MCI Group, Bueno Arquitetura Cenográfica, Avantgarde e SRCom), além da Rede Globo, apresentaram os principais cases vencedores do Prêmio Caio 2017, a maior premiação da indústria de Eventos no Brasil.

Clientes e agências estiveram juntos novamente no painel Cliente & Agência – High Tech, High Touch, com a participação de Allyson Faria, da Siemens; Cadu Aun, do Twitter; Guilherme Ishikawa, da Aktuellmix; Ricardo Bruno, da Avantgarde; e Siomar Parreira, da Fuego. O assunto foi o uso da tecnologia nos eventos. “Na Siemens, vemos que a interface com o receptor da mensagem de um evento é extremamente importante. Temos utilizado apps de celulares, por exemplo, pra interagir com o público, fazendo quizzes, medimos a audiência e receptividade, disponibilizamos a agenda e conteúdos auxiliares”, afirmou Allyson Faria.

Para eventos corporativos, Cadu Aun lembrou que usar o Twitter para interagir com os interessados e participantes, antes, durante e depois do evento. “Você pode fazer perguntas usando uma hashtag, promover conversas pra saber o que o público quer saber e que tipo de conteúdo oferecer, durante o evento é possível promover enquetes e depois se apropriar da base construída pra ir conversando e estendendo a relação com o consumidor como base para o próximo evento”.

Flavia Gamonar, Top Voice LindedIn; Caroline Freitas, da Editora Reflexão; e Rafael Martins, participaram do “Disruptalks”, sobre atitudes, pessoas e Empreendedorismo Inovador.

“Como ser relevante. Essa é a discussão que tenho todos os dias com o meu vendedor. Procuro ser relevante nas redes, montar campanhas, colocar o dinheiro de forma pensada para que a livraria venha me procurar. As pessoas estão cansadas de mais do mesmo”, afirmou Caroline.

Rafael Martins comentou sobre a importância da “cara de pau”. “Precisamos conseguir virar referência no que fazemos sem praticamente ter recursos. Quando quebramos a barreira da vergonha, o quanto isso pode mudar a nossa vida como um todo? Já convidei palestrantes que achamos que nunca iriam ao evento, peguei o e-mail e fiz o convite. Fazemos muito e dá resultado”.

O último painel do dia reuniu novamente agências e clientes para falar sobre Inspiring Meeting, Inpiring Business, com a participação de Cláudio Rawicz, da Renault; Marina Santos, da Campari; Igor Tobias, da MCI Group; Marcelo Flores, da Playcorp e Mauricio Magalhães, da Agência Tudo, com a moderação de Toni Sando, do Visite São Paulo. A importância do destino para a realização dos eventos foi um dos pontos discutidos, além da participação da agência, a questão da juniorização nas equipes e o quanto este fator pode afetar no processo criativo.

“Muitos eventos que foram um sucesso não teríamos conseguido sem a intervenção e a parceria da agência. Ela precisa estar envolvida emocionalmente com o projeto e, assim, a gente consegue superar todas as burocracias”, enfatizou Marina Santos. A opinião foi compartilhada por Rawicz. “Pensamos no evento como um sonho e temos que sonhar junto com a agência. Quando ela entende o briefing, apresenta a ideia e compramos a ideia, temos uma cumplicidade e conseguimos voar mais alto”.

A 6ª edição do Fórum Eventos reuniu cerca de 500 participantes e finalizou com sorteios de 4 finais de semana em hotéis, para que os participantes conheçam o destino Foz do Iguaçu.

O encontro teve apoio institucional da CNC, Sesc, Senac e destino México e patrocínio do Centro de Convenções Rebouças, Grupo Eldorado, Bueno Arquitetura Cenográfica, Projetech Eventos, RSTcom, Expo Center Norte, Rio CVB, Royal Palm Hall Eventos, GJP Hotels & Resorts e Teleeventos. GL Events, Universidade Corporativa Comendadeira Helena Lundgren e Yazo Connecting Experiences; Hathor Comunicação, Moblee, Tech House, Grupo Atual Victória, Vice Versa, Stoc, Levitatur, HZ Eventos, Pombo Lindberg, Trembão e Cabify. Entidades apoiadoras: AMPRO – Associação de Marketing Promocional, Unedestinos, ABEOC Brasil – Associação Brasileira de Empresas de Eventos, ForEventos – Fórum do Setor de Eventos, UneDestinos, MPI Brazil – Meeting Professionals International, IAEE – International Association of Exhibitions and Events e CEM – Certified in Exhibition Management.

Continue lendo

Universo Live

Ampro Globes Awards lança campanha para o Festival de Criatividade

Publicado

em

Ampro Globes Awards lança campanha para o Festival de Criatividade

A Ampro acaba de lançar a campanha para o festival de criatividade Ampro Globes Awards 2021. A campanha foi criada pela pela TracyLocke Brasil. Como regra do festival a agência do ano cria a campanha do ano seguinte e a TracyLocke foi a grande vencedora de 2020 com o Grand Prix, 10 ouros, 10 pratas e 1 bronze. Em um ano em que o mercado de live marketing fala sobre se reinventar, ressignificar e renascer, a agência traz a campanha ‘Re-Ampro Globes Awards. Um prêmio pra quem se reinventa.’

As peças exaltam os símbolos de reinvenção de diferentes culturas, como o escaravelho sagrado e o pilar djed, da cultura egípcia, a tríscele, da cultura celta e a roda do dharma da cultura hindu. Além de peças de social, a campanha conta também com um anúncio long copy que questiona os profissionais que querem se reinventar acreditando nas mesmas coisas. As inscrições para o Ampro Globes Awards poderão ser feitas a partir do dia 19 de julho.

“O Ampro Globes Awards é uma premiação que vem se reinventando nos últimos anos, assumiu o foco na criatividade e se modernizou da escolha do júri, hoje muito mais plural e com metas claras de diversidade e transversalidade racial ao seu sistema de julgamento. É muito bom poder ajudar o festival a mostrar sua cara com uma campanha que representa o seu momento e do próprio mercado.” comenta Daniel Ottoni, CCO da TracyLocke Brasil.

“Como a própria campanha diz: O verbo pode até mudar, mas o prefixo RE segue firme, sempre nos cutucando para sair da zona de conforto. Não tenho dúvidas que mais uma vez teremos o melhor ano do festival. O Ampro Globes Awards vai fazer 21 anos e chega na sua maturidade priorizando a sua essência: a criatividade.”, comenta Alexis Paglianini, presidente da Ampro.

FICHA TÉCNICA

Título: Re-Ampro Globes Awards 2021

Agência: TracyLocke Brasil

Cliente: Ampro

Aprovação Cliente: Alexis Paglianini

CEO: Thomas Tagliaferro

CCO: Daniel Ottoni

COO: Michel Issa
VP de Experience: Breno Ferreira
Head de Planejamento: Michele Gruc

Diretora de Criação: Aline Noya

Criação: Cleber Pereira, Lucas Basilio Vidigal
Ilustração: Cleber Pereira

Diretora de Contas: Renata Alterio

Supervisora de contas: Danielle Florido Aragon

Atendimento: Juliana Fontanete Silveira

Continue lendo

Universo Live

Tecnologias garantem imersão em ambientes sintéticos, criando experiências únicas

Publicado

em

Tecnologias garantem imersão em ambientes sintéticos, criando experiências únicas

O mundo mudou recentemente e já havia um processo de maturação em ritmo acelerado, na questão do uso de tecnologias para criar experiências aos consumidores, colaboradores, investidores e demais interessados. Seja por Realidade Virtual, Realidade Aumentada, Realidade Estendida, Mista, Animação, 3D, ou outros modelos, as tecnologias estão revolucionando diversos segmentos, inclusive no Live Marketing.

Para entender a dimensão dessa tendência, Epson, Class e MCI formalizaram uma parceria para novas soluções em eventos digitais. Por meio dos produtos da gigante de tecnologia, em específico os projetores de vídeo mapping, a ideia da parceria é criar e oferecer ao mercado soluções de streaming para eventos híbridos, que devem se manter como tendência. “Pouco ainda foi explorado sobre vídeo mapping e os eventos digitais. Nos eventos ao vivo, a técnica é consagrada e agrada plateias do mundo inteiro pela beleza e arte do conteúdo mapeado. Mas e no digital? Questões como luminosidade, streaming de superfícies mapeadas e retroprojeções ainda precisam ser mais exploradas e desafiadas e as descobertas prometem”, afirma o business innovation director da MCI, Ney Neto.

Quem também aproveitou a tecnologia de imersão foi a Avantgarde, agência que desenvolveu um case para a Volvo América Latina. Para o lançamento da linha F de caminhões, foi montado uma experiência virtual usando Realidade Estendida (xR). “O lançamento da nova Linha F foi um momento histórico para o segmento de caminhões, por isso, idealizamos um evento que entrará para a história, o primeiro em nossa indústria ao usar xR, Produção Virtual e cenários reais para o lançamento de três produtos simultaneamente, medindo mais de 4 metros de altura e pesando mais de 8 toneladas cada. Conseguimos unir o mundo virtual e real em uma experiência imersiva que levou o storytelling a outro nível e permitiu a Volvo apresentar sua nova linha de caminhões em cenários cinematográficos, indo das raízes da marca na Suécia a uma viagem pelo Brasil, de norte a sul, sem sair de Curitiba”, comemora o presidente da Avantgarde Brasil, Ricardo Bruno. Outro segmento que tem aproveitado as realidades virtuais foi a Mueller, empresa de eletrodomésticos catarinense, com mais de 70 anos no mercado. A marca, junto com a agência F/FWD, criou um filtro de Instagram em Realidade Aumentada, onde o consumidor pode ver como ficará na cozinha o fogão mesa de vidro, destaque da campanha.

Segundo o diretor de vendas e marketing da unidade de fogões da Mueller, Henrique Fonseca, este segmento ganhou força nos últimos anos. “Nós mantivemos a tradição de qualidade e somamos inovação para acompanhar esse crescimento e trazer produtos cada vez melhores aos consumidores. É o caso da linha Vetro Mueller, que hoje já soma 16 opções de escolhas que visam atender às diferentes necessidades de cada consumidor", completa.

O público infantil também está no foco das tecnologias de experiências virtuais. A Rasip, empresa que integra a RAR, que investe em produtos para crianças, desenvolveu uma campanha usando Realidade Aumentada nas embalagens da maçã, comercializada pela marca. Os personagens Pernalonga e Lola estampam a embalagem da maçã Space Jam, Um Novo Legado e ainda conta com o atrativo para as crianças. “A realidade aumentada é uma tecnologia já presente nas bags Looney Tunes que permite sobrepor elementos virtuais à nossa visão da realidade. O propósito é criar um link entre tecnologia, alimento saudável e diversão, fazendo com que as crianças – e também os adultos- interajam com nossa embalagem através do uso de seus celulares, jogando e tirando fotos com os personagens Warner ao mesmo tempo em que consomem a fruta”, explica o diretor-superintendente da RAR, Sergio Martins Barbosa.

Continue lendo